Skip to main content

Que tal organizar a casa?

Por 3 de novembro de 2021Residencial e Lazer
organizar a casa

Estamos nos aproximando do final do ano e é sempre uma época que estimula mais as pessoas na tarefa de organizar a casa, deixando o lar mais confortável, eficiente e bonito.

Sabe qual é uma das principais medidas que levam ao resultado esperado? Desapegar de coisas que não usa mais ou não são úteis.

Sim, para conseguir organizar melhor sua casa, vamos dar umas dicas de como fazer para desapegar daquilo que não faz mais sentido. Isso independentemente do motivo: se quebrou, ficou velho, não cabe mais etc.

Já é ótimo liberar espaços que são tomados por objetos, livros, roupas e tantas outras coisas. Mas, além disso, quando você desapega do que não usa mais ou deixou de ser útil para a sua casa – e para a sua vida –, é  possível até mesmo fazer um dinheirinho. Ou então ajudar aquela pessoa que precisa, fazendo doação de tudo o que estiver em bom estado.

Cotação online de Seguro Residencial

Arregaçando as mangas

Hoje em dia é possível até mesmo contratar os profissionais dedicados às técnicas para organizar a casa, os chamados Personal Organizers. Eles são especializados em colocar todas as coisas da casa no lugar, levando praticidade aos ambientes. E, claro, mais facilidades na rotina das pessoas.

Mas a Bidu resolveu selecionar algumas dicas especiais para você organizar a sua casa, com base nas recomendações de profissionais. Assim, você vai por fim ao que não serve mais e, de quebra, renovar a energia dos espaços às vésperas de um novo ano. É hora de arejar a casa!

+ Como deixar a casa mais arejada?

Desapega, vai!

Roupas

Seu guarda-roupa está lotado? Pior: está cheio de peças que não usa mais? A dica aqui é fácil para desapegar do que não sai mais de dentro dele para dar umas voltas: separe as roupas nas categorias “velhas”, “não servem” e “nunca usadas”.  

A categoria “velhas” deve ser composta pelas peças que estiverem, por exemplo, esgarçadas, furadas, manchadas, entre outros defeitos que surgiram com o tempo e com o uso. Destino dessas roupas? Descarte!  

As roupas que constam na categoria “não servem” podem ser doadas – desde que estejam em boas condições, claro!

Por fim, as peças da categoria “nunca usadas”. Elas estão no guarda-roupa sem uso, pois um dia você as comprou achando que usaria. Essas podem ser doadas ou vendidas. Pois é, essas peças novinhas têm tudo para fazer sucesso entre as amigas, em brechós ou mesmo seguindo para as vendas on-line.

O importante é desapegar e assim organizar a sua casa, começando pelas roupas!

Aparelhos eletrônicos

Muitas pessoas têm o hábito de trocar de aparelho celular, por exemplo, mantendo em casa o modelo antigo. Mas isso também é comum ocorrer com outros itens, como notebook, rádios, etc. 

Chegou o novo, desapega do velho! Não faz sentido manter aparelhos eletrônicos com tecnologia mais antiga. É uma boa oportunidade de vender esses itens caso estejam em boas condições. 

De novo: os amigos podem ser consultados e também sites específicos podem ser acionados. Outra possibilidade é usar suas redes sociais que, muitas vezes, abrangem amplo universo de pessoas, indo além das mais chegadas.

+ Conheça a cobertura de equipamentos eletrônicos do seguro residencial  

Livros

Se tem um lugar ideal para acumular poeira em casa é uma boa prateleira repleta de livros. Muitas pessoas mantêm esse hábito pois, não tem como negar, é charmoso mesmo. 

Mas se você já os leu e nem sabe se um dia repetirá a dose, que tal manter em casa apenas os mais amados? Doe os demais para sites especializados em vendas de livros usados, sebos ou então para bibliotecas e espaços públicos que mantêm livros para leitura para a população em geral.

Você ganhará mais espaço e ainda contribuirá para que mais pessoas tenham acesso à leitura. 

Móveis e objetos de decoração

Para organizar a casa esta etapa não pode ser deixada de lado. O desapego de móveis e itens do lar que não fazem mais sentido para você em virtude da questão estética ou qualquer outro motivo. 

Aliás, no fim do ano bate sempre aquela vontade de renovar a casa, não? Portanto, não pense duas vezes! Caso chegue um móvel novo, dê fim ao antigo. Lembre-se de que há possibilidades de doar ou então vender tudo o que estiver em bom estado. Não deixe o apego emocional atravancar a sua casa! Quando se trata de eliminar coisas inúteis, é preciso ser implacável e ignorar o sentimento que pode comprometer a sua ação efetiva de organizar a sua casa. 

Mesa de escritório

Quando o home office se tornou preponderante por causa da pandemia, as mesas de trabalho em casa ganharam força total e…acumularam muitos itens inúteis. E, cá entre nós, ninguém quer ter uma mesa caótica, repleta de acessórios, papéis e equipamentos que não servem para nada. 

Arrume a sua mesa de trabalho para mantê-la limpa e agradável, estimulando o trabalho que será realizado ali – e a sua produtividade. Quando há poucos objetos sobre a mesa, a limpeza é muito rápida e, acredite, opera milagres!

Estilo de vida próprio

Mantenha apenas o que traz alegria para a sua vida! Pois é, muitos profissionais que têm como foco ajudar na missão de organizar a casa também são guiados por essa máxima. Isso porque defendem que a organização é somente uma ferramenta, não o destino final.

Qual é o destino final, então? Alcançar o estilo de vida que cada pessoa almeja. E, acredite, ter a casa organizada contribui para que cada pessoa faça essa descoberta pois, ordenando a casa o morador também ordena seus afazeres e seu passado. Como resultado disso, fica mais fácil avaliar o que pode ser dispensado.  

O australiano Peter Walsh, que há cerca de 20 anos se tornou um bem-sucedido profissional no mercado – organizando casas e também o modo de viver das pessoas, diz que “antes de qualquer coisa, é preciso definir um plano para sua casa”.

Para isso, algumas perguntas devem ser feitas: como quer viver? Como cada cômodo da sua casa deve funcionar? Quais atividades ocorrerão em cada espaço?

Ao fazer tal análise do estilo de vida que a pessoa busca, é possível obter mais eficiência nas compras futuras e no que deve ser colocado para fora do lar. Afinal, como diz Walsh, “quando for adquirir um novo item, é preciso pensar se ele vai aproximar ou afastar você do seu plano”.

Que tal tentar? Boa arrumação e desapego!

 

Cotação online de Seguro Residencial

Última atualização em 03/11/2021

 

 

Deixe uma resposta