Skip to main content

Seguro Residencial cobre casas de leilão?

Por 9 de novembro de 2021Residencial e Lazer
seguro residencial cobre casas de leilão

Sim! O seguro residencial cobre casas de leilão. Porém, é importante estar atento a algumas questões para que o seguro residencial seja utilizado do jeito certo.

Vamos então conferir os pontos cruciais da relação seguro residencial X casas de leilão?

Cotação online de Seguro Residencial

Casas de leilão e o Seguro Residencial

Vamos facilitar as coisas e eliminar as dúvidas relacionadas à pergunta “seguro residencial cobre casas de leilão?”. Trataremos aqui dos principais aspectos que devem ser conhecidos antes de você contratar o seguro residencial para um imóvel adquirido em leilão.

1 – Imóvel com problemas

É bem comum se deparar com casas adquiridas em leilão que não estão em bom estado de conservação. Estamos nos referindo a problemas com a rede elétrica, vidros quebrados, danos na estrutura, entre tantas outras possibilidades. 

Portanto, é importante saber que ao contratar o seguro residencial, o segurado só terá direito a usar o produto para problemas que o imóvel apresentará após a contratação do seguro. 

Isso significa que é preciso avaliar o período ideal para a aquisição do seguro residencial. Fique atento porque os danos que o imóvel já apresenta não poderão ser resolvidos com as coberturas que constam na apólice do seguro. Vale o reforço aqui: essas coberturas só poderão resolver os prejuízos posteriores à contratação do seguro. 

2 – Inspeção do imóvel

Diante do que foi tratado sobre os imóveis que não estão em bom estado de conservação, é válido saber que as seguradoras sempre solicitam a realização de uma inspeção de risco para que o seguro comece a valer. 

Afinal, é a possibilidade que as empresas têm para verificar a situação real do imóvel, conferindo se há danos antes da contratação do seguro residencial.

3 – Leilão em andamento

Caso o leilão do imóvel esteja em andamento, ou seja, ainda não ocorreu a compra efetiva da casa, não é possível fazer o seguro residencial.

4 – Casa já adquirida

Quando o leilão ocorreu e o imóvel foi comprado (com direito à documentação em nome do novo proprietário da casa), o seguro residencial já pode ser feito.

Vale a pena ter um Seguro Residencial?

Para início de conversa, é importante dizer que o seguro residencial surpreende muita gente que pensa que se trata de um produto caro. Mas de acordo com os especialistas no assunto, o seguro residencial não chega a 1% do valor do imóvel. 

Além de ser um produto mais acessível do que se pensa, oferece muitos benefícios para o imóvel e para o bolso do segurado. Isso porque é possível economizar em meio a tantos imprevistos que podem acontecer na casa e exigirão gastos extras e repentinos. 

Por isso, pensar na possibilidade de contar com um seguro residencial é sempre sugerido – até mesmo para o imóvel que é colocado para locação.

Só as coberturas básicas, que são de contratação obrigatória, já se mostram essenciais. Elas garantem proteção contra os principais riscos como, por exemplo, incêndios ou explosões, queda de raios e de aeronaves.

Há ainda as coberturas adicionais, que levam mais benefícios ao imóvel, indenizando danos causados pela rede elétrica, alagamento, impacto de veículos etc.

Várias seguradoras também colocam à disposição pacotes de serviços de assistência como, por exemplo, serviços de chaveiro, limpeza de caixa d’água etc., que podem resultar em grande economia para o segurado. 

Seguro Residencial mais completo

São várias as coberturas que o seu seguro residencial pode ter. 

Para facilitar, reunimos algumas, como:

  • Desmoronamento;
  • Roubo ou furto qualificado;
  • Vidros (vidraçaria e espelhos);
  • Vazamentos de tubulações;
  • Perda ou pagamento de aluguel a terceiros (para o proprietário do imóvel e também para o inquilino caso seja alugado);
  • Responsabilidade civil familiar (cobertura para danos que são causados por familiares, empregados domésticos ou mesmo animais de estimação a terceiros);
  • Danos elétricos etc. 

Contratação do Seguro Residencial

Como ocorre com todo seguro, é primordial tirar todas as dúvidas sobre os tipos de cobertura, valores a serem pagos, sinistro etc. antes de assinar o contrato. 

Também vale pesquisar os produtos oferecidos pelas seguradoras já estabelecidas no mercado. Cabe aqui dizer que essa pesquisa pode ser feita online, agilizando a busca de informações e permitindo que as comparações ocorram de um jeito prático e seguro para facilitar a vida do consumidor. 

Para guiar a sua avaliação, você deve tratar alguns assuntos com muita atenção, já que são de grande importância. Portanto, antes de formalizar a contratação de um seguro residencial, fique por dentro de cada detalhe relacionado a:

  • Coberturas oferecidas;
  • Riscos excluídos;
  • Prazos;
  • Prêmio do seguro (pagamento que o consumidor faz para a seguradora);
  • Indenizações.

Conclusão

Já vimos que o seguro residencial cobre casas de leilão e muitas outras como, por exemplo, casa de temporada (praia e campo). 

E, mais: além de amparar a estrutura do imóvel, também protege os bens do morador. 

Diante dessas informações, só falta agora você fazer uma simulação online aqui com a Bidu! 

É muito simples, basta escolher as coberturas e assistências que são mais importantes para você!

  

Cotação online de Seguro Residencial

Última atualização em 09/11/2021

Deixe uma resposta