Conheça os carros que saíram de linha

Por 13 de janeiro de 2021Mobilidade
carros que saíram de linha

O mercado automotivo é implacável. Por mais carisma e história que tenha um modelo, chega uma hora que ele já não atrai mais olhares. Então, fica no canto do showroom da concessionária e entra na lista dos carros que saíram de linha. 

Cotação online de Seguro Auto

Mas por que os carros saem de linha?

As razões para carros saírem de linha são muitas. Entre elas:

  • Projeto defasado;
  • Custo-benefício pouco atraente;
  • Pertencer a um segmento que foi esquecido;
  • Ter concorrentes muito bem sucedidos, entre outras.

Nos últimos anos, a procura por SUVs explodiu no mundo todo. Isso decretou o fim de muitos modelos de outros segmentos. 

No Brasil não foi diferente. Diversos modelos com anos de mercado, muitos até objetos de desejo, não resistiram às baixas vendas. Assim, deixaram de ser produzidos ou importados. 

Carros que saíram de linha

Então, conheça abaixo alguns carros que saíram de linha recentemente no mercado brasileiro:

Chevrolet Cobalt

O Cobalt chegou em 2011 com a missão de tomar o lugar do Astra. Fez a estreia de uma nova plataforma global de compactos, a GSM. 

Com ótimo espaço interno e porta-malas gigante, era boa opção para famílias e para taxistas. Passou por uma reestilização em 2016. Porém, saiu de cena quatro anos depois, ofuscado pelo novo Onix Plus.

Citroën C3

Embora a Citroën não confirme, ela não fabrica mais o C3 desde meados de 2020. 

Com vendas irrisórias, o modelo encerrou seu ciclo após 17 anos de mercado e duas gerações. Será substituído em 2021 por um inédito crossover compacto, ao estilo do C4 Cactus. Com isso, está na lista dos carros que saíram de linha. 

Citroën Aircross

Irmão de plataforma da segunda geração do C3. O Aircross chegou no Brasil em 2010 para tentar roubar clientes do Ford EcoSport. Praticamente uma minivan fantasiada de aventureiro. Foi reestilizado em 2015 e acabou canibalizado pelo irmão C4 Cactus. Porém, saiu de linha junto com o C3 e vai embora sem deixar sucessor.

Citroën C4 Lounge

Além de competir no ingrato segmento dos sedãs médios, monopolizado por Toyota Corolla e Honda Civic há quase 20 anos, o fogo amigo das versões topo do C4 Cactus atingiu o C4 Loungoi. 

Foi produzido entre 2013 e 2020 e vendeu apenas 30 mil unidades no período. É mais um dos carros que saíram de linha sem deixar substituto.

Fiat Palio Weekend

Um dos mais longevos produtos da Fiat, a Palio Weekend foi produzida por 23 anos seguidos até sair de linha, em 2020. 

Apesar de diversas reestilizações, mantinha a mesma plataforma da primeira geração do Palio. porém, chamada apenas Weekend nos últimos anos, a perua não resistiu aos SUVs.

Ford Fiesta

O Fiesta se despediu do Brasil em 2019, após 25 anos de mercado. Assim, nesse espaço de tempo, teve quatro gerações. Carrocerias hatch, sedã e picape (Courier). Foi importado da Espanha e produzido em São Bernardo do Campo (SP) e Camaçari (BA). 

O Fiesta foi perdendo mercado depois do lançamento do novo Ka, em 2015. Ele teve sua imagem arranhada por conta dos problemas mecânicos do câmbio automatizado Powershift.

Ford Focus

Exemplo de boa dirigibilidade e conforto, o Focus foi vendido no Brasil por 18 anos. Acabou não resistindo aos SUVs  em 2019. Teve três gerações e carrocerias hatchback e sedã. Como o Fiesta, sofreu muito com o câmbio Powershift, o que acabou acelerando ainda mais o seu fim.

Ford Fusion

Chegou no Brasil em 2006 logo após a sua estreia nos Estados Unidos. O Fusion sempre se destacou pelo visual agradável e pelo conforto. Mas tais atributos não foram suficientes para mantê-lo em linha. Então, a Ford optou por encerrar a produção no México em 2019, de onde era distribuído para Brasil e EUA.

Hyundai Tucson

A primeira geração do Tucson, em 2005, conviveu no Brasil com o seu sucessor (ix35) e o sucessor do seu sucessor (New Tucson). Isso porque a CAOA, que produz os SUVs da Hyundai sob licença em Anápolis (GO), decidiu manter o modelo como uma espécie de versão de entrada. Porém, e 2019, entrou para a lista dos carros que saíram de linha.

Nissan March

Com vendas baixas, o compacto March deixou de ser produzido no Brasil em 2020, após nove anos de mercado. Sempre com participação discreta no segmento, o March foi importado do México, produzido em Resende (RJ) e passou por uma reestilização em 2015.  Porém, para o seu lugar, a Nissan vai lançar o SUV compacto Magnite.

Peugeot 308 e 408

Se é difícil vender hatchback e sedã médios atuais no Brasil, imagine produtos defasados. Eram os casos do 308 e do 408. Eles chegaram ao Brasil no fim de 2012, após longos cinco anos do lançamento na Europa. Passaram por uma reestilização em 2016. Entretanto, nunca caíram no gosto do consumidor. São mais dois carros que saíram de linha em 2019 sem deixar herdeiros.

Volkswagen SpaceFox

A perua do Fox chegou depois e foi embora antes do hatchback. Lançada em 2006, três anos após o irmão, a SpaceFox sempre se destacou pelo bom comportamento dinâmico e pelo espaço interno. 

Porém, como todas as peruas, perdeu seu lugar para os SUVs e deixou de ser oferecida em 2019. O Fox, porém, já tem 17 anos e continua a ser vendido.

Volkswagen Golf

Talvez o hatchback mais bem sucedido da história da indústria automobilística mundial. O Golf sempre fez a alegria de quem gosta de uma tocada esportiva. 

O modelo estreou no Brasil em 1994 (importado do México) e foi produzido em São José dos Pinhais (PR) de 1999 a 2014 e de 2016 a 2019. 

Com vendas cada vez mais baixas, porém com uma legião de fãs, deixou de ser vendido nas versões TSI, Variant e GTI em 2019. Entretanto, em 2020, deu adeus ao Brasil com a derradeira versão híbrida GTE.

Volkswagen Passat

O Passat estreou no Brasil em 1974 e saiu de linha 14 anos depois. A partir de 1994, voltou como importado e permaneceu como o topo da linha VW no Brasil por 26 anos. No entanto, foi outro ícone que não resistiu aos SUVs – especialmente seu irmão Volkswagen Tiguan – e ingressou no clube dos carros que saíram de linha em 2020.

Saiu de linha? Seguro Auto nele mesmo assim

Não é porque o seu carro saiu de linha que você deve descuidar. Ter um seguro auto para esses modelos é tão importante quanto para modelos novos. Então, Não rode por aí sem um seguro para carro. Encontre um que se encaixe no seu perfil e bolso e dirija tranquilo. 

 

Última atualização em 12/01/2021

 

Leave a Reply