Skip to main content

O Plano de Saúde cobre a cirurgia de redução de mama?

Por 8 de outubro de 2021Vida e Saúde
plano de saúde cobre redução de mama

Ajeita daqui, retoca dali. Aumentar ou diminuir? Por estética no sentido de vaidade ou pela nossa saúde física e mental. Muitos são os nossos motivos para querer realizar uma cirurgia estética, que no Brasil já ocupa um índice altíssimo de procedimentos, se comparado ao resto do mundo. 

Porém, algumas informações entram em jogo, principalmente no quesito custo para a realização desses métodos. Isso porque alguns planos de saúde podem se recusar a administrar.

Especificamente, neste artigo, vamos abordar se o plano de saúde cobre redução de mama. O importante procedimento que pode ser considerado apenas estético, mas que muda a postura e a saúde, em especial, de mulheres. Acompanhe.

Cotação online de Planos de Saúde

O que é a cirurgia para a redução de mama?

Oficialmente, em termos médicos, ela é conhecida como mamoplastia redutora. A cirurgia para a redução da mama é um procedimento que tem como objetivo corrigir possíveis deformidades no tamanho dos seios. Isso é feito a partir da retirada de excesso de gordura, tecido glandular e pele.

Ah, então o tamanho ideal de seios existe? Não, essa questão é muito importante, e cada vez mais a nossa sociedade. Na realidade, existe um tamanho que pode ser considerado proporcional a sua estrutura corporal e o seu biotipo para não causar desconfortos. 

Ou seja, não há uma regra e nem uma obrigação em que você deve seguir para nutrir a ideia de um corpo ideal. Os fatores são muitos e implicam também no tipo de mamoplastia que será realizada. 

Por exemplo, há casos em que é necessária a aplicação de próteses de silicone em espaços “vazios” dos seios. Pois é, não é apenas a retirada de gordura, como popularmente se pensa. Mas sim um composto de ajustes que devem agraciar a saúde física e porque não estética também, da paciente. 

Então, a cirurgia de redução de mama é singular e apenas um profissional da área poderá dizer quais são as reais necessidades, caso a caso. Principalmente quando a decisão depende também da idade e da completa formação corporal. 

Plano de Saúde cobre redução de mama? 

O plano de saúde cobre redução de mama desde que seja uma indicação médica. Sim, precisamos considerar muito do que discutimos acima sobre o que é o procedimento, além de outros detalhes. 

Isso quer dizer que se a cirurgia de mama não for basicamente uma questão estética da própria paciente, sem a chancela de um médico, o plano de saúde poderá se recusar a cobrir. 

Agora, se ainda assim, com a indicação médica, o plano de saúde se recusar a cobrir os procedimentos, seja ele um plano da SulAmérica, Amil, Bradesco, ou outro, essa medida é considerada abusiva e passível de recurso jurídico, inclusive.

Quais são os motivos que o Plano de Saúde cobre redução de mama?

Para irmos ainda mais no detalhe, listamos aqui as considerações que o plano de saúde deve aprovar para cobrir a cirurgia de redução de mama, a partir de um indicativo médico de problemas de saúde como:

  • Quando o peso causado pelo excesso de seio traz dores no pescoço, ombro, na coluna e nas costas;
  • Possível irritação na pele originada pelo caimento dos seios. Muito comum em pacientes que realizaram cirurgia bariátrica, por exemplo, e que há uma sobra de pele e tecido;
  • Afundamento dos ombros causado pelo uso de sutiã que consequentemente é originado pelo peso dos seios.

Isso significa que se você tiver em mãos essas indicações com a assinatura do seu médico especialista, não há motivos para o plano de saúde não cobrir a sua cirurgia de redução de mama

Na dúvida, sempre tenha como consulta o rol de procedimentos mínimos que os planos de saúde devem atender, que é fiscalizado e autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar, a ANS.

Diferenças entre cirurgias plásticas 

Vale também uma breve explicação sobre a diferença entre cirurgia plástica estética e reparadora:    

Cirurgia plástica estética 

Tem como finalidade a autoestima e o embelezamento, sem qualquer indicação médica por deformidade ou funcionalidade. Próteses de silicone nos seios para o aumento do órgão, lipoaspiração e rinoplastias, são exemplos bem comuns nessa lista de cirurgias.

Cirurgia plástica reparadora

Tem como objetivo corrigir possíveis deformidades adquiridas, em geral, por alterações do desenvolvimento, acidentes e traumas, ou congênitas, ou seja, aquelas que estão dispostas desde o seu nascimento. 

Também é indicativo desse tipo de cirurgia plástica, déficits funcionais parciais ou totais, em que o procedimento passa a fazer parte do tratamento. 

Como contratar um Plano de Saúde que cobre redução de mama? 

Você se encaixa no perfil de uma pessoa com necessidades médicas e estéticas, como as que citamos acima? Nesses casos o plano de saúde cobre redução de mama. Então, aqui na Bidu de forma rápida e segura você pode escolher o melhor plano para você.  

Basta preencher alguns dados, solicitar uma cotação e escolher o plano de saúde que melhor atenda ao seu perfil como consumidor, e a sua disponibilidade financeira.

Vale lembrar que o plano de saúde é um excelente recurso para você prevenir e resolver problemas, como o que vimos aqui para a mamoplastia. Cuidar da saúde é também uma forma de preservar a vida e proteger quem a gente ama. 

Cotação online de Planos de Saúde

Última atualização em 08/10/2021

 

Deixe uma resposta