Skip to main content

Como pagar o IPVA Atrasado?

Por 27 de fevereiro de 2020abril 26th, 2021Finanças, Mobilidade, Residencial e Lazer
Imagem de carros na rua para texto sobre IPVA atrasado

Perdeu as datas do pagamento do IPVA? Calma, saiba que você não está sozinho. Muitos brasileiros esquecem ou não conseguem quitar o imposto do carro, dado o número de contas a pagar em todo o começo do ano. Mas nem tudo está perdido: é possível pagar IPVA atrasado e impedir que haja maiores problemas, tanto no seu bolso como ficar irregular com os documentos do carro. Quer descobrir como resolver isso? Descubra lendo o nosso artigo!

Cotação online de Seguro Auto

Como consultar o IPVA Atrasado?

Antes de mais nada, o ideal é consultar o IPVA atrasado para saber o quanto precisa ser pago. Mesmo com a demora, é possível descobrir pela internet o valor atualizado e corrigido com juros e correções monetárias. Isso evita, por exemplo, uma ida ao Detran ou agência bancária para isso. 

Como a data do pagamento do IPVA varia conforme o final de cada placa e estado, vale dar uma conferida para ter a certeza se perdeu o prazo. 

Como saber? Acesse o portal da Secretaria de Fazenda de seu estado, informe o número do Renavam e placa do veículo. Inclusive, é possível descobrir não somente o valor em atraso, mas também imprimir o boleto. Como segunda opção, dá para ir diretamente no posto da Secretaria de Fazenda à procura de informações sobre o débito em aberto. 

Lembrando: há alguns anos, os Detrans não enviam mais avisos sobre o IPVA atrasado pelos Correios. 

Como pagar o IPVA Atrasado?

Não tem mistério: para quitar o IPVA atrasado, entre na página da Secretaria de Fazenda de seu estado e escolha a forma como queira pagar. 

Ao entrar no site, procure por IPVA, digite o Renavam, placa do carro e pronto. Assim, conseguirá emitir o guia de pagamento sem maiores problemas. No boleto, constará o acréscimo da multa pelo atraso, o cálculo já é realizado automaticamente. Para pagar, o motorista escolhe o local: casas lotéricas, agências bancárias credenciadas ou pela internet mesmo. 

Ok, mas existem alternativas de pagamento? Sim, isso é uma vantagem: cada estado oferece formas diferentes para pagar o IPVA atrasado. É uma maneira de evitar o calote e não deixar motoristas andarem com documentação irregular. As opções são:

À vista

Mais conhecida, o pagamento numa parcela só é sempre uma das alternativas disponibilizadas para solucionar o IPVA atrasado. Caso tenha condições de pagar o boleto à vista e não for apertar o seu orçamento, não pense duas vezes e livre-se da dívida. 

Parcelado

Sim, existe essa possibilidade. Como falamos do IPVA, um imposto estadual, cada estado impõe regras e limite de parcelas. Pode-se encontrar o parcelamento em até três, dez ou doze vezes, por exemplo, geralmente realizado no cartão de crédito

Fique atento se, por acaso não aparecer a alternativa de parcelar no site, não é fim da linha. Neste caso, dê uma passadinha na Secretaria da Fazenda de seu estado para negociar o IPVA atrasado na forma mais viável ao seu bolso. Esteja em mãos com os documentos do veículo e seu RG e CPF, não esqueça. 

Descontos oferecidos pelo estado

Isso não é lenda? Nada disso: a inadimplência do IPVA é uma situação um tanto comum no Brasil. Por isso, há estados que oferecem descontos aos motoristas para normalizar o IPVA atrasado. Isso costuma acontecer quando o proprietário do veículo for notificado pelo débito em aberto. É claro: o desconto não fará o valor do IPVA mais barato, mas amenizará os juros. 

Novamente, regras e formas de descontos ficam a cargo de cada estado. Ou seja: não espere que haja redução do IPVA atrasado em todos os estados e deixe de quitar o imposto torcendo para que isso aconteça. Pode ser que na sua região não ocorra o desconto e a conta fique cada vez mais alta. 

Como pagar IPVA Atrasado de anos anteriores?

Na verdade, o cenário não muda: o proprietário do automóvel deverá comparecer à Secretaria de Fazenda para saber mais informações de como renegociar a dívida dos outros anos. Como dica, vale pesquisar quais condições podem ser propostas, visto que em alguns estados existe a possibilidade do serviço ser online e, até mesmo, com alternativas de parcelamento. 

Quais as consequências de deixar o IPVA Atrasado?

Não deixe isso para depois: ao adiar o pagamento do IPVA atrasado, vários problemas podem começar a surgir e transformar uma dívida em várias. Sentiu a dor no bolso? Pois é, não se deve subestimar o calote no imposto do carro. Para entender melhor, vamos as consequências que o IPVA atrasado causa:

Licenciamento 

O documento do carro, conhecido como CRLV, depende diretamente do IPVA estar em dia. Com o IPVA atrasado, o licenciamento anual não pode ser realizado. E o perigo começa aqui: é obrigatório o motorista estar portando o documento do carro atualizado ao dirigir. Foi pego com o licenciamento irregular? É infração gravíssima, sete pontos na CNH, apreensão do veículo, além de pagar multa de R$ 293,47. Sem contar que o motorista ainda vai arcar com os custos do tempo que o automóvel ficar retido no pátio. 

Importante: o IPVA atrasado não gera multa diretamente. Pode haver um espaço de tempo entre os vencimentos do imposto e licenciamento, o que “permite” trafegar com o IPVA atrasado e licenciamento regularizado (do ano anterior) ao mesmo tempo. Mas isso não dura tanto e o documento do carro precisará ganhar atualização

Existe, em alguns estados, a desobrigação de quitar o IPVA atrasado para renovar o licenciamento, caso do Rio de Janeiro. 

Multas

Já lembrado anteriormente, o IPVA atrasado gera juros e correções monetárias com o passar do tempo. No primeiro momento, uma pequena multa é imposta a cada dia de atraso até alcançar o limite de 20%, fora os juros mensais correspondentes à taxa Selic ou 1%, o que estiver maior na época. 

Em alguns meses, o valor do IPVA atrasado ganha um bom aumento, prepare a carteira! 

Nome negativado

Neste caso, o problema não é com os conhecidos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SPC, mas com a possibilidade de entrar na dívida ativa, uma espécie de cadastro do governo aos que têm débito em aberto. 

Ao não pagar o IPVA atrasado por mais de um ano, o proprietário do carro fica sujeito a inscrição na dívida ativa. Isso não é nada bom: o valor do imposto, já inflado pelas multas, pode ganhar aumentos significativos. 

Não só isso: como falamos do governo, estar com o nome negativado provoca complicações, tais como dificuldades em conseguir crédito, fazer financiamentos e participar de concursos públicos. Outra dor de cabeça: vender o carro a alguém, já que existirá uma enorme dívida a saldar. No pior dos cenários, há o risco de perder o veículo através de uma execução fiscal. 

IPVA atrasado é um dos cuidados a se ter com o veículo. Outro, em especial, é o seguro de carros. Já fez uma simulação de seguro auto? Não perca tempo em cotar seguro auto e descubra qual o melhor seguro de veículos que combina com você! 

 Última atualização em 27/02/2020