Skip to main content

Está na hora de pensar no elétrico? Será que já chegou o momento de ter um?

Por 28 de fevereiro de 2023Mobilidade
Imagem de um carro elétrico para ilustrar post sobre carros elétricos no Brasil

Será que já chegou o momento de pensar em comprar carro elétrico no Brasil? Eles já representam 2,6% dos emplacamentos de carros novos, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Além disso, a oferta de modelos está aumentando consideravelmente, principalmente de chineses, como os modelos da JAC, BYD e GWM. No entanto, a decisão de colocar o primeiro carro movido a bateria depende de vários fatores, incluindo a sua localização, necessidades de mobilidade, orçamento e estilo de vida.

Cotação online de Seguro Auto

Rede de pontos de recarga ainda não é grande

Se você está pensando em comprar carro elétrico saiba que, em termos de infraestrutura, o Brasil ainda está em fase de desenvolvimento. Embora já existam algumas estações de carregamento em algumas cidades, a rede de carregamento ainda não é tão ampla quanto a dos postos de combustível convencionais. Isso pode limitar a sua capacidade de fazer viagens de longa distância ou viajar para áreas remotas.

Nos pontos de recarga nas estradas, nem sempre o carregador está disponível. Muitas vezes é preciso aguardar que outros carros recarreguem para então recarregar o seu. E isso pode demorar. Não minutos, mas sim horas. Haja cafezinho e pão de queijo!

Comprar carro elétrico é caro

Outro fator a considerar é o preço dos carros elétricos. Embora o custo esteja gradualmente diminuindo, eles ainda são mais caros do que os carros movidos a combustível fóssil. Hoje, o elétrico mais barato à venda no Brasil é o JAC E-JS1, que custa R$ 145,9 mil (veja abaixo a lista dos cinco carros elétricos mais baratos do país).

Manter nem tanto

No entanto, os custos de manutenção e operação podem ser menores a longo prazo, já que os carros elétricos são mais eficientes e requerem menos manutenção do que os veículos com motor a combustão. Basicamente se gasta apenas com pneus, pois até as pastilhas de freio têm durabilidade prolongada.

Por outro lado, há vantagens ambientais em comprar carro elétrico, incluindo a redução das emissões de gases de efeito estufa e a diminuição da poluição do ar. Além disso, alguns governos estaduais oferecem incentivos fiscais e subsídios para estimular a compra de carros elétricos.

Cada caso é um caso

Em resumo, se você vive em uma cidade com uma infraestrutura de carregamento razoável, tem um orçamento disponível e valoriza os benefícios ambientais de um carro elétrico, pode ser uma boa opção considerá-lo. No entanto, se você viaja frequentemente para áreas remotas ou não tem acesso fácil a pontos de carregamento, pode ser mais vantajoso considerar um carro com motor a combustão por enquanto.

Quer comprar carro elétrico? veja os cinco mais baratos

1- JAC E-JS1 – R$ 145,9 mil

O subcompacto E-JS1 é o carro elétrico mais barato do Brasil. Foi desenvolvido em parceria com a Volkswagen, tem 300 quilômetros  de autonomia. O motor elétrico entrega 62 cv de potência e 15,3 kgfm de torque.

2- Renault Kwid e-Tech – R$ 146,9 mil

O Kwid elétrico tem apenas 65 cv e 11,5 kgfm e pode rodar até 298 km na cidade, segundo o Inmetro. Em rodovias, o consumo de eletricidade aumenta bastante, então a autonomia é consideravelmente menor, apesar de não ser declarada. No ciclo misto (urbano e rodoviário), o Kwid percorre até 265 km.

3- Caoa Chery iCar – R$ 149,9 mil

Pequeno, o chinês possui apenas 3,20 metros de comprimento, o que o posiciona como o menor carro à venda no Brasil. Apesar disso, tem itens como teto panorâmico e carregador de celular por indução. O modelo leva apenas quatro passageiros e pode rodar 282 km, segundo a Caoa. O motor elétrico entrega 61 cv e 15,3 kgfm de torque.

4- Peugeot e-208 – R$ 221,9 mil

O hatch da Peugeot é um exemplo de como a chegada de novos modelos altera os preços. Com o lançamento do e-2008, o valor foi reduzido em mais de R$ 20 mil, fazendo o modelo subir para a quarta posição. O carro ainda será atualizado por aqui, já que na Europa o motor ganhou 20 cv em relação aos 136 cv da versão atual, cujo torque é de 26,5 kgfm e a autonomia é de até 362 km.

5- Renault Zoe – R$ 239,9 mil

O Zoe tem 135 cv e 25 kgfm de torque, além de bons 385 km de autonomia no padrão WLTP. Seu design é mais próximo do convencional, como no rival e-208, o que pode ser uma vantagem para quem não gosta de chamar muito a atenção no trânsito.

Cotação online de Seguro Auto

Última atualização em 28/02/2023

 

Deixe uma resposta