Skip to main content

O que é Renavam e pra que ele serve?

Por 21 de fevereiro de 2018junho 8th, 2021Mobilidade
Imagem do trânsito para ilustrar post sobre o que é Renavam

Ao comprar um carro novo, sua única identificação é a numeração do chassi. Ela é fornecida pela fábrica e fica em sua parte estrutural. Para que ele possa rodar livremente pelas ruas e estradas, é necessário fazer o primeiro registro. Além da placa, no primeiro registro é atribuída uma numeração que serve como um CPF do veículo, o Renavam.  Mas, você sabe o que é Renavam e qual é a sua importância?

Cotação online de Seguro Auto

O que é Renavam?

Renavam é a sigla de Registro Nacional de Veículos Automotores. O número de Renavam sempre tem 11 dígitos. Ele identifica o veículo nos órgãos e sistemas nacionais de trânsito até ele sofrer a baixa da placa e da documentação e sair de circulação. 

É obrigatório para carros, motos, caminhões, vans, entre outros, inclusive veículos rurais como tratores.Ele não pode ser alterado, mesmo se houver mudanças dos proprietários do veículo.

Por isso, é fundamental que, na ocasião da compra de um carro seminovo, seja exigido o número do Renavam. Com ele, o comprador tem mais segurança sobre o passado do veículo que está em vista. Assim, evita problemas e dores de cabeça futuros.

Você já entendeu o que é Renavam. Agora entenda um pouco mais os motivos de ele ser tão importante.

Onde encontro o número do Renavam?

O número do Renavam é a primeira informação contida no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo) e do CRV (Certificado de Registro do Veículo), popularmente conhecido por DUT.

A importância do Renavam

Você pode acessar todo o histórico de tributos, taxas, multas e restrições do veículo através do Renavam, inclusive se há débitos ou bloqueios judiciais. Estas informações são de livre acesso, através dos sites e plataformas digitais dos órgãos municipais, estaduais e federais de trânsito. Entre as informações disponibilizadas estão:

  • Marca, modelo, ano de fabricação, ano do modelo, cor, combustível e município de registro do veículo;
  • Espécie, categoria, tipo e quantidade de passageiros que o o veículo está homologado para transportar;
  • Débitos do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores);
  • Do seguro obrigatório DPVAT;
  • De licenciamento;
  • Multas e detalhamento de multas;
  • Restrições e bloqueios de furto e roubo, tributárias, financeiras, administrativas, judiciárias e de guincho.

Também é através do Renavam que as empresas de vistorias verificam em sistemas de acesso restrito se o carro:

  • Tem passagens por leilões;
  • Se esteve envolvido em algum delito;
  • Se sofreu perda total ou teve indenização total ou parcial paga para o segurado.

Ao comprar um usado ou seminovo, exija o Renavam…

Se você estiver negociando a compra de um veículo, não feche negócio sem antes solicitar o número do Renavam e consultar a sua “ficha corrida”. Com ele, você terá mais segurança sobre o passado do veículo que está em vista e vai evitar problemas e dores de cabeça futuros. Caso o vendedor do carro se recuse a lhe passar o Renavam do veículo, fique atento. Isso pode indicar má fé na negociação e também complicações envolvendo o veículo.

Se o Renavam do carro de interesse estiver “limpo”, peça ao vendedor para levá-lo para uma vistoria cautelar em uma empresa de sua escolha. Além do histórico mais completo com informações exclusivas para vistoriadores, também há uma análise da estrutura do carro em busca de colisões ou adulterações.

… e preste muita atenção nas informações

A compra de um seminovo com o Renavam comprometido pode acarretar, por exemplo, apreensão do veículo. Se houver restrições financeiras, judiciais ou administrativas, por exemplo, o veículo não poderá fazer a transferência de propriedade até que os bloqueios sejam retirados. 

Por isso, fique atento a ofertas de veículos com valores muito abaixo da Tabela FIPE e do mercado. Talvez seja alguém querendo se livrar rápido de uma grande encrenca com Renavam cheio de problemas. Saiba mais em nosso post sobre carro novo ou seminovo.

Posso consultar o Renavam por conta própria?

Como dito acima, é possível consultar o Renavam através de sites ou aplicativos dos órgãos de trânsito. Através da placa do veículo em questão, é possível verificar se o carro, moto ou similar possui débitos e entraves jurídicos.

Para consultar o Renavam, basta entrar no aplicativo ou site oficial do DETRAN do seu estado e digitar seu número e a placa do veículo. Nesta opção, é possível acessar multas passadas e problemas com regulamentação de documentos.

Também é possível fazer uma consulta do Renavam através dos sites das secretarias de fazenda estaduais e verificar a existência de tributos atrasados e débitos inscritos na dívida ativa.

Verifique o Renavam do seu carro de tempos em tempos

Fazer este tipo de verificação algumas vezes é importante até mesmo para quem não está comprando um veículo. Não é raro aparecerem multas sem que elas sejam enviadas ao endereço cadastrado. E, se o carro estiver em nome de Pessoa Jurídica, o valor da multa vai dobrando a cada 30 dias, a não ser que se faça a indicação do condutor infrator.

Outra ocorrência muito comum é o banco não retirar a restrição financeira após a quitação do contrato de financiamento. Muitas vezes o proprietário só descobre isso quando vai vender o carro e tem que encarar toda a burocracia para fazer a regularização.

E aí, tem alguma dúvida sobre o que é Renavam e sua importância? Deixe um comentário pra gente! Conheça também os outros documentos do carro.

Seguro de Carro para não ficar na mão

Agora que você já tirou todas as suas dúvidas sobre o Renavam, é hora de começar a pensar na sua segurança. O seu veículo já conta com um seguro de carro? É possível fazer uma cotação online de cotação online de seguro de carro na Bidu e encontrar o melhor preço e as melhores coberturas para você. Não deixe o seu carro desprotegido.

Cotação online de Seguro Auto

Última atualização em 24/05/2021