Skip to main content

Qual o valor do Seguro Incêndio?

Por 26 de maio de 2021Residencial e Lazer
valor do seguro incêndio

Sabe aquelas situações que nunca achamos que vamos enfrentar? Pois é, um incêndio não diz a hora que vai chegar.  E, ao aparecer, pode causar danos imensos ao seu imóvel. Mas existe uma saída para não ficar no prejuízo, o seguro incêndio. E você sabe o valor do seguro incêndio?

Este tipo de cobertura do seguro residencial pode ser mais barato do que você imagina. Além disso, oferece um reembolso que ajuda a reformar a sua propriedade. Então, nada de passar apuros, hein? Venha conhecer mais sobre o seguro incêndio em nosso artigo, confira!

Cotação online de Seguro Residencial

Afinal, qual o valor do Seguro Incêndio?

Como se trata de uma cobertura dentro do seguro residencial, o valor do seguro incêndio depende de algumas características do imóvel. Assim, não há um valor padrão que o seguro define ao segurado. Pelo contrário, existe uma análise personalizada da seguradora quanto ao valor do seguro incêndio. 

Portanto, para determinar o custo do seguro, é preciso levar em consideração alguns aspectos, tais como: 

  • Localização geográfica; 
  • Tipo de imóvel, seja casa ou apartamento;
  • Forma de construção (como alvenaria ou madeira);
  • Preço do metro quadrado da construção; 
  • Utilidade do lugar (moradia ou temporada); 
  • Os bens que estão dentro do imóvel. 

Desta forma, a seguradora avalia os riscos do imóvel e, consequentemente, o valor do seguro incêndio. 

Vale explicar que o custo do seguro incêndio seria o preço bruto do seguro residencial. Ao menos, o valor básico que for contratado, sem existir o acréscimo de coberturas adicionais ou possíveis franquias

Tá, mas o preço do seguro incêndio é caro? Não, essa é a boa notícia. Estima-se que, aproximadamente, o valor seja 1% do valor do imóvel, se o contratante pagar de forma anual. Embora haja a possibilidade do parcelamento mensal deste custo, se preferir.  

Entretanto, o valor do seguro incêndio varia entre os imóveis. Porém, é bastante acessível ao proprietário que visa apenas se proteger de acidentes com fogo em sua residência. 

Como funciona o seguro contra incêndio?

O seguro incêndio é uma cobertura do seguro residencial que busca proteger o imóvel dos prejuízos causados pelo fogo. O seguro cobre tanto a estrutura da residência como os bens que estão dentro dela, desde que estejam previstos na apólice (contrato). 

Com a cobertura, o segurado tem a garantia que será indenizado se houver alguma parte da propriedade afetada pelo fogo. Ou, até mesmo, precisar reconstruir o imóvel em decorrência de um incêndio. Assim, o próprio dono do imóvel escolhe o limite do valor na hora que estiver contratando o seguro. 

Inclusive, não importa a origem do fogo na propriedade. Seja por meio de um aparelho eletrônico com um curto-circuito ou um vazamento do gás de cozinha. Então, o segurado recebe o reembolso do seguro quando comprova que foi acidente. 

Em todas as situações de incêndio, a seguradora realiza uma perícia para identificar as razões do fogo. Ela também avalia a extensão dos estragos na propriedade e bens danificados. 

Deste modo, se descobre como ocorreu a propagação do fogo. Portanto, isso pode assegurar a indenização ou, em último caso, a confirmação de um incêndio criminoso.   

Caso ocorra o sinistro, não pense duas vezes em procurar o quanto antes a seguradora. Assim, evita maiores problemas no futuro para garantir os benefícios da cobertura.  

Quem paga o valor do Seguro Incêndio?

O proprietário do imóvel deve pagar o valor do seguro incêndio, respeitando a Lei do Inquilinato. Porém, tenha atenção quanto ao contrato de locação, no caso da residência alugada. Isto pode dar brecha para o inquilino pagar o seguro incêndio, desde que esta obrigação seja formalizada no contrato. 

Por isso, leia aquelas letras miúdas do contrato para não ser surpreendido depois. Entretanto, caso não exista esse dever, o pagamento do seguro ficará a cargo do dono da propriedade, apesar do inquilino usufruir das vantagens do seguro, se precisar. 

O Seguro Incêndio é uma cobertura obrigatória?

Sim, o seguro incêndio é uma das coberturas básicas do seguro residencial. 

Portanto, ao contratar o seguro residencial, automaticamente se adquire o pacote básico de coberturas. Nele, se encontra o seguro incêndio. Então, você não precisa contratar como uma cobertura à parte. 

Junto com o seguro incêndio, há mais duas coberturas no plano básico: queda de raio e explosão. Como todas se referem a problemas de grande proporção, estão cobertas as situações que danificam alguma parte da propriedade ou a total destruição.  

Além disso, mesmo se o proprietário do imóvel não escolher nenhuma cobertura adicional, ele terá direito a um cardápio de assistências 24h. São serviços de emergência disponíveis a qualquer hora, como chaveiro, encanador, reparos elétricos e hidráulicos. Estes consertos são gratuitose, embora haja uma limitação para usá-los.

Como contratar um seguro contra incêndio?

Não tem segredo: faça uma cotação com a Bidu e encontre o seguro que esteja mais adequado à sua realidade financeira. Lembrando que a cobertura do incêndio está inclusa somente no pacote básico, ou seja, o mais barato.

Imagina não ter um seguro e sofrer um incêndio na sua residência? O tamanho do prejuízo pode sair salgado demais para o seu bolso, sobretudo se a estrutura acaba sendo comprometida, o que pode obrigar você a permanecer fora de casa durante a reforma. 

Tenha um seguro residencial e cuide do seu lar como ele merece!

 

Última atualização em 26/05/2021

 

Deixe uma resposta