Skip to main content

Evite problemas com umidade em casa

Por 25 de novembro de 2016maio 19th, 2021Residencial e Lazer
Umidade em casa

Não só os que residem em regiões litorâneas são alvo de umidade na casa. Qualquer espaço fechado e sem ventilação está sujeito a ser infectado por esse problema que gera fungos causadores de bolor e mofo, os vilões do seu doce lar.

Os lugares mais comum para a umidade se instalar são banheiros, paredes e tetos. Aos primeiros sinais de umidade, é bom se apressar para resolver o problema. A postergação acarreta em sérios comprometimentos na pintura, piso e até no concreto das paredes.

Dependendo do grau que se encontra a umidade, a retirada do revestimento e a limpeza com água sanitária pode resolver e acabar com ela. Porém, se o estágio já avançou e o mofo está muito aparente e espalhando pelas paredes, a solução pode dar um pouco mais trabalho.

Proteja a sua casa e a sua família

Você sabia que o seguro residencial protege a sua casa contra incêndio, explosão, queda de raio e muito mais? Faça uma cotação de seguro residencial online e veja os benefícios. Começar minha cotação >>

Tendo como base os estágios da umidade, criamos alguns passos para prevenir e erradicar esse problema:

Bolor e mofo

Essas são as consequências da umidade. O bolor é o fungo causador do mofo, tem aparência acinzentada e é facilmente retirado com uma limpeza. Remover imediatamente o bolor pode evitar que o mofo se prolifere. O mofo é um fungo mais agressivo, ele corrói, estufando a alvenaria com manchas esverdeadas e pontos pretos. Sem cuidados, a longo prazo pode causar sérias consequências na estrutura da casa.

Primeiros sinais

Se você detectou umidade em alguma parte da sua casa, o indicado é limpar o local. Se a pintura estiver comprometida, retire o revestimento e lave com água sanitária, esfregando vigorosamente com uma escova de nylon e removendo todo o tipo de sujeira.

Desconforto térmico

Além do “cheiro de mofo”, a sensação de estar num lugar com umidade é “bafo”. Até as roupas parecem mais frias – e úmidas. Um ambiente com boa ventilação e exposição ao sol podem amenizar ou prevenir essa dor de cabeça.

Pintura externa

Parece inevitável: as fachadas são comumente atingidas pela umidade. Para diminuir o problema nesse local, dê preferência ao revestimento com materiais impermeabilizantes. Lembrando que a aplicação do produto deve ser feita depois da limpeza completa com água sanitária.

Áreas úmidas

O banheiro, por exemplo, é um ambiente um tanto molhado e quente, geralmente com uma pequena janela para ventilação. Esse é o cenário mais propicio para a umidade atacar. Um jeito de amenizar o problema é usar tintas com impermeabilizantes na composição. Também revestir o rejunte é muito importem pois garante uma espécie de vedação na parede. Ah, claro, mantenha a janela sempre aberta, se possível.

Piso, rodapé e lajes

Neste caso, é importante investigar a causa, na maioria das vezes, as Infiltrações nessas áreas são causadas por retenção de água em pisos sem caimento. Porém, é possível que haja vazamento na tubulação da casa. Se surgirem manchas na laje, a solução é isolar a superfície investindo em mantas asfálticas sobre ela.

Tijolo aparente

A umidade se instala facilmente em casas com tijolinhos à vista na fachada. A argamassa que compõe os tijolos são feitos de um material poroso, que absorvem agua com mais facilidade, atingindo o revestimento da parede. A solução (e prevenção) nesses casos é fazer um novo reboque, dessa vez com misturado a um material impermeabilizante.

Móveis e guarda-roupa

Os móveis também sofrem com a umidade, por isso, evite contato direto com a alvenaria, deixando um espaço de no mínimo 5 cm entre eles. Se houver sinal de bolor móvel, limpe o local com um pano e, se possível, use o secador pra erradicar qualquer indicio de umidade.

Se o guarda-roupa apresentar problemas com umidade, comece por deixar as portas do mesmo abertas por algumas horas no dia. Outra boa dia é usar saquinhos de sílica gel, encontrados facilmente em supermercados. Eles absorvem a umidade de pequenos espaços e evitam que as traças apareçam e causem danos a documentos ou roupas.