Skip to main content

Seguro Moto vale a pena? Conheça os prós e contras de contratar a proteção

Por 1 de outubro de 2021Mobilidade
seguro moto vale a pena

Já ouviu falar sobre o seguro moto, certo? Dentre tantas opções para a proteção de sua moto, o seguro está como uma das mais completas e acessíveis. Mas, afinal, você sabe se o seguro moto vale a pena? Ou a compra de um alarme seria suficiente?

Para entender melhor, vamos explicar os prós e contras da contratação do seguro moto, assim como a instalação de um alarme. Venha descobrir conosco se o seguro moto vale a pena para você! 

Cotação online de Seguro Moto

Como saber se o Seguro Moto vale a pena?

Para descobrir se o seguro moto vale a pena, o motociclista deve analisar uma série de fatores antes de proteger a sua moto. Primeiro, entender as suas reais necessidades e conhecer o seu perfil dirigindo, como a frequência no uso da moto. 

Posteriormente, verificar a sua situação financeira, uma vez que falamos da contratação de um serviço anual, sujeito a renovação. Outro dado bastante útil: a região que mora costuma ser mais tranquila ou com grande ocorrência de roubos de motos? Isso pode ajudar a esclarecer se o seguro moto seria essencial. 

Não esquecer, aliás, que o modelo, ano e potência da moto impacta no valor do seguro. Portanto, uma moto esportiva de alta cilindrada seria considerada mais visada e atrativa a roubos, além do risco maior de acidentes. Desta forma, teria um prêmio maior do que motos utilizadas no dia a dia, como a city e scooter

Para ficar mais claro se o seguro moto vale a pena, elencamos algumas de suas vantagens e desvantagens a seguir. 

Seguro Moto: vantagens

Quer descobrir os pontos positivos de contratar um seguro moto? E quais seriam os negativos? Listamos alguns itens para você conhecer o que o seguro oferece. Confira: 

Proteção nas horas mais difíceis

Deu uma saidinha e quando voltou a moto sumiu? Pois é, nem é preciso descrever o quanto é complicado reaver a moto nas situações de furto e roubo. O proprietário não somente arca com o prejuízo, mas perde o seu meio de transporte, caso o utilize com regularidade. 

Imagine ver a sua moto pegando fogo ou, até mesmo, sofrer um acidente que deixe o veículo danificado. Em todas as três situações, o seguro moto pode entrar em ação para proteger o segurado de bancar os custos. Fora que ninguém quer pensar em despesas nos momentos mais delicados, quando há cuidados mais importantes a se preocupar. 

Não são apenas problemas de grande magnitude que o seguro age. Pelo contrário, certas situações cotidianas, como uma pane seca e chave quebrada na ignição, estão cobertas pela seguradora no pacote de assistências 24 horas. Chega de perrengue, não é mesmo?

Personalização

Um dos principais benefícios do seguro, a personalização acontece devido o segurado escolher as coberturas e assistências a serem contratadas. Isso mesmo, caso queira rechear o seguro com tudo o que tem direito, pode. No entanto, se uma proteção básica for o suficiente para o seu perfil, existe essa alternativa. 

Como falamos de condutores e motos diferentes, o seguro não é padronizado. Isto é, o proprietário tem a possibilidade de selecionar o que for realmente necessário para a sua moto, levando em conta apenas o que achar adequado. 

Assim, respeita o seu perfil como motorista, as proteções mais benéficas a sua moto, além de não extrapolar o seu orçamento. Por isso, recomenda-se fazer cotação do seguro em mais de uma seguradora para encontrar a melhor garantia à sua preciosa moto. 

+ Conheça as coberturas do Seguro de Moto

Uso frequente da moto

Utiliza a moto como trabalho? Ou ela seria a sua companheira de deslocamento diário? Pois bem, o uso frequente, seja para fins comerciais, meio de transporte ou muitas viagens, indica-se a contratação do seguro moto. 

Já que necessita do veículo regularmente, a chance de haver algum imprevisto aumenta bastante. Caso passe por algum apuro, acumularia um perda dobrada, visto a sua obrigação de dirigir a moto. Um simples dano na pintura ou problema mecânico requer mexer no bolso, o que impossibilitaria o seu uso. O seguro pode ser vantajoso nesse momento. 

Seguro Moto: desvantagens

Valor

Sim, o seguro moto pode ser considerado mais salgado se comparamos a outras opções de proteção, como alarmes e rastreadores. Como se trata de um produto anual contratado junto a uma empresa, o custo tende a ser mais caro para o motorista pagar. 

Vale explicar que o cálculo do preço do seguro é específico ao condutor. O valor se baseia em diversas condições, como: 

  • Idade; 
  • Histórico de direção; 
  • Localização; 
  • Tipo de moto

Há possibilidade do prêmio do seu seguro ficar alto, no entanto o do seu vizinho seria mais barato. Portanto, analise a sua condição financeira para o seguro não afetar o seu orçamento. 

Há, também, outro detalhe importante: a franquia. Se enfrentar um sinistro, pode descobrir que o seguro indeniza somente uma parte do valor, enquanto o segurado teria que arcar com o restante do prejuízo. Isso se chama franquia, ela vem descrita detalhadamente na apólice, fique atento para evitar ser surpreendido. 

+ Seguro de Moto barato: saiba como conseguir

Morar numa cidade pequena

Por acaso, reside numa cidade pequena e tranquila? Se a resposta for positiva, é provável que encontre ruas menos movimentadas, diminuindo a probabilidade de um acidente ou roubo. Com um trânsito menor, os perigos à sua moto são reduzidos, inviabilizando a necessidade de um seguro. 

Inclusive, se usar a moto somente de vez em quando, como passeios rápidos pela cidade, um suporte como o seguro pode não ser o mais aconselhável. Neste sentido, observe o quanto pilota o seu veículo, além do índice de criminalidade na região, o que auxilia na decisão de contratar ou não o seguro.

Alarme para a moto: vantagens 

Certo, agora vamos saber mais a respeito do alarme para a moto. Separamos os prós e contras de quem gostaria de contar com essa proteção. Confira:  

Fabricado para motos 

Existem alarmes que foram projetados exclusivamente para motos. O que isso significa? O dispositivo é menor, com boa durabilidade e aguenta tanto as vibrações da moto quanto as adversidades que possam surgir, como sujeiras e chuvas.

A notícia boa é que, além do alarme ser personalizado, há no mercado aparelhos de proteção voltados para o modelo da sua moto. Por exemplo, são encontrados alarmes específicos para as motos Honda CB e CG, fora a Yamaha YBR. 

Barato

Caso não esteja com muito dinheiro no momento, o alarme pode ser o que esteja procurando. Barato, ele tem um custo médio de até R$ 200,00, ainda que o valor possa variar conforme o dispositivo e versão da motocicleta. Importante ressaltar que este preço seria apenas o alarme, não levando em consideração a mão de obra da instalação. 

Ter um alarme influencia, também, no valor do seguro moto. Com a instalação, ajuda a reduzir o custo do prêmio, uma vez que a seguradora considera que o veículo carrega uma proteção, diminuindo a chance de um sinistro

Barulho e sensor de presença

Na hipótese de procurar algo que chame a atenção, o alarme cumpre muito bem essa função. Em geral, o dispositivo emite um sinal sonoro, lembrando o de uma sirene, afastando possíveis ladrões que vieram a mexer no veículo. 

Em muitos alarmes, aliás, existe outro benefício: o sensor de presença. Nele, mais sofisticado, se o chaveiro da moto não estiver perto do veículo, ocorre o bloqueio da ignição. Porém, não são todos alarmes que contam com o sensor, vale uma pesquisa. 

Alarme para a moto: desvantagens

Cuidado na instalação

Sim, a instalação do alarme não é tão simples como parece. Na verdade, ela deve ser realizada por um profissional confiável, assim não interfere no sistema elétrico da moto, como a bateria descarregar antes do esperado. 

Caso haja uma instalação errada, a moto pode vir a perder a garantia da parte elétrica, se ainda contar com esse benefício. 

Não impede roubos ou furtos

O alarme pode ajudar, mas não chega a impedir roubos ou furtos de motos. Por quê? Por mais que o dispositivo seja discreto e, até mesmo, escondido, não é um segredo tão bem guardado e imune a ladrões. Muitos, aliás, sabem como funciona o aparelho e o sensor de presença, conseguindo burlar a proteção. 

Por isso, existe a necessidade de uma atenção maior na instalação. Dessa forma, não deixa os fios do alarme expostos e acessíveis a invasores para cortá-los. 

Afinal, o Seguro Moto vale a pena?

Para responder se o seguro moto vale a pena, o motorista precisa fazer uma reflexão pensando nas suas necessidades e no bem que quer proteger, a moto. O seguro, por oferecer vantagens mais extensas, consegue ser um apoio em diversos momentos. Caso diferente de um alarme, suporte mais simples e vantajoso até certo ponto. 

Tem uma moto muito visada? Ou costuma andar com alguma frequência em lugares perigosos? O seguro seria mais indicado. Se usar a moto para o dia a dia, perdê-la seria um prejuízo enorme, outro contratempo minimizado com a contratação do seguro. 

Por outro lado, ao usar o seu veículo em raras situações, o deixando na garagem a maior parte do tempo, pense em alternativas mais baratas. O mesmo vale na condição de morar em lugares de pouco movimento, com maior segurança. 

Seguro Moto

Agora você já descobriu se o seguro moto vale a pena. Quer saber o valor do seguro para a sua moto? Faça uma simulação de um seguro moto com a Bidu, assim pode encontrar a proteção que deseja para pilotar sossegado! 

+ Quer saber se o Seguro de Moto é caro?

Cotação online de Seguro Moto

Última atualização em 01/10/2021

 

Deixe uma resposta