Skip to main content

Vale a pena fazer um pré-natal particular?

Por 5 de julho de 2021Vida e Saúde
pré-natal particular

A gestação é um período em que a saúde da mulher ganha ainda mais foco. São muitos os cuidados extras que surgem ao longo dos nove meses de gravidez. Afinal, é o momento de acompanhar tudo o que ocorre com a futura mamãe e, claro, com o seu bebê. Qual deve ser a escolha da gestante: fazer um pré-natal particular ou contar com o auxílio que um convênio ou plano de saúde pode oferecer?

Confira o que cada situação apresenta e tire sua própria conclusão!

Cotação online de Planos de Saúde

O pré-natal

O pré-natal é o acompanhamento médico que deve ser feito durante toda a gravidez para preservar a saúde da gestante e da criança.

O médico em questão é o ginecologista obstetra. Ele tem a missão de examinar a mulher com o suporte de exames de laboratório e de imagens necessários ao longo dos nove meses de gestação.

Vamos ver no detalhe as principais diferenças entre um pré-natal particular ou pelo convênio.

Pré-natal particular

Algumas mulheres escolhem fazer um pré-natal particular. Neste caso, é preciso estar ciente de que as consultas médicas, assim como a realização de diversos exames, serão frequentes. O ginecologista cumpre uma série de protocolos médicos durante esse período para garantir uma melhor segurança no momento do parto. isso tudo é fundamental para promover a boa saúde da mãe, assim como o nascimento de uma criança saudável.

Portanto, existem vários exames na rotina de um pré-natal particular. Eles compõem o cenário ideal para acompanhar de perto a saúde da mãe e da criança.

Em geral, os exames que configuram um ótimo acompanhamento pré-natal particular são:

Hemograma completo

Trata-se de um exame que as pacientes fazem na primeira consulta. Ele identifica alterações como, por exemplo, anemia ou infecções (pela análise dos glóbulos brancos). A maioria dos médicos pede a realização desse exame ao longo da gestação – a cada dois ou três meses.

Glicemia

É também um exame pedido pelo médico na primeira consulta, pois avalia a predisposição da gestante frente a um quadro de intolerância à glicose. Quando o resultado é normal, deve ser repetido a cada dois ou três meses. Ainda em relação à glicose, todas as gestantes devem realizar entre a 24ª e a 28ª semana de gravidez o teste de tolerância oral à glicose em virtude do diagnóstico de diabetes gestacional.

Sorologia para HIV e VDRL

Exames que são solicitados de imediato pois detectam a presença de sífilis e do vírus HIV no organismo da mulher.

Sistema ABO e fator Rh

Identifica o tipo sanguíneo da mulher e o Rh (se é positivo ou negativo). É mais um exame da primeira consulta. Ele detecta se há algum tipo de incompatibilidade sanguínea entre a mãe e o feto. 

Quando a mãe é Rh negativo e o bebê é Rh positivo, é possível que em uma futura gravidez o bebê desenvolva um quadro conhecido por eritroblastose fetal. Isso ocorre quando o corpo da mãe, na primeira gravidez, produz anticorpos que, na segunda gestação, combatem as células vermelhas do sangue do novo bebê, eliminando-as como se fossem uma infecção. 

Por isso, o bebê pode nascer com anemia grave, inchaços e aumento do fígado, por exemplo. Quando é possível saber da incompatibilidade com antecedência, pode-se administrar uma medicação que diminui as chances do contato do sangue entre mãe e bebê).

Toxoplasmose e rubéola

Na primeira consulta e repetidos a cada dois ou três meses. Indicam se a mulher já teve contato com os agentes causadores da toxoplasmose ou da rubéola.

Exame de urina

No início do pré-natal e novamente a cada dois ou três meses. O médico faz esse acompanhamento para diagnosticar infecções urinárias que podem levar a um parto prematuro.

Exame de fezes

Este exame é pedido na primeira consulta e é repetido somente em casos de diarréia ou outros sintomas clínicos. Identifica a presença da verminose intestinal.

Sorologia para hepatite B e C

Detectam a presença dos vírus da hepatite (B e C) no corpo da gestante. São pedidos na primeira consulta e repetidos também a cada dois ou três meses.

Papanicolaou

É feito na primeira consulta, pois rastreia o câncer do colo do útero.

Ultrassom

É um exame realizado diversas vezes durante a gravidez. É comum ser feito em todas as consultas médicas durante o pré-natal particular. Ele confirma a cronologia da gestação, o peso, a vitalidade e o prognóstico do feto frente a possíveis alterações cromossômicas.

Pré-natal com Plano de Saúde

A rotina de um pré-natal com plano de saúde não muda em termos médicos. Ou seja, particular ou com o auxílio de um plano médico os cuidados devem ser os mesmos. 

Mas muitas mulheres optam sim por fazer um plano de saúde na gravidez. Nesses casos, as diferenças são de ordem prática em relação a diversos aspectos. Acompanhe!

Tipos de planos e rede credenciada

Uma gestante atendida por um plano de saúde tem à disposição certas maternidades e hospitais com atendimentos de emergência. Sem contar que as operadoras oferecem planos diversos, dos básicos aos mais completos. Por isso, é importante saber se o que a futura mamãe deseja está dentro da opção que ela tem de plano ou convênio.

Carência do Plano de Saúde

Uma informação de extrema importância que cabe aqui se refere à carência dos planos de saúde. Dependendo do momento, pode até mesmo ocorrer de a mulher não ter a cobertura que precisa durante a fase do pré-natal. Portanto, é essencial conhecer a carência da operadora. 

Atendimento de médico fora do Plano de Saúde

Outro detalhe é saber se os honorários do médico escolhido estão dentro da cobertura do plano em questão. Muitas vezes, a mulher tem um obstetra de confiança e deseja manter o acompanhamento com esse mesmo profissional e não com um da rede credenciada

Caso não estejam, é possível pagá-los diretamente. Aí então é só solicitar um reembolso ao plano de saúde quando esse direito consta em contrato. 

Hospitais da rede credenciada

Para a escolha do hospital onde a criança nascerá, basta conhecer a listagem com as opções. Muitas gestantes visitam os locais para conferir as instalações. O médico de confiança também pode avaliar se atende em um dos hospitais da rede. 

Mas, importante: a cobertura dos planos de saúde do mercado pode gerar inúmeras dúvidas. Por isso, é imprescindível ler com atenção o contrato para saber quais são os direitos do cliente. 

Então, antes de decidir se fará pré-natal particular ou pelo plano, tire todas as suas dúvidas.

Cotação online de Planos de Saúde

 Última atualização em 05/07/2021

 

 

Deixe uma resposta