Skip to main content

Planejamento familiar: qual é a importância e por que fazer?

Por 25 de abril de 2022Vida e Saúde
planejamento familiar

Você sabe o que significa planejamento familiar e qual a sua importância? Provavelmente você e muitas outras pessoas desconhecem as características e o porquê é tão importante para a sociedade esta atividade.

Pensando nisso, vamos detalhar neste artigo algumas informações a respeito desse tema.  Assim, você pode tirar as suas dúvidas e possa compreender melhor os seus direitos como cidadão.

Cotação online de Seguro de Vida

O que é o planejamento familiar?

O planejamento familiar está na Constituição. Ele oferece a todos a liberdade de decidir qual o melhor momento para se ter filhos, ou não. Também quantos filhos você vai querer ter. Tudo sem qualquer outra interferência que não seja a sua escolha e dos interessados envolvidos.

De acordo com a Lei Federal 9.263/96, de 1996, “o planejamento familiar é direito de todo o cidadão. Ele se caracteriza pelo conjunto de ações de regulação da fecundidade que garanta direitos iguais de constituição, limitação ou aumento da prole pela mulher, pelo homem ou pelo casal.”

Ou seja, o planejamento familiar está dentro dos parâmetros pessoais. Basicamente é você se entender junto ao seu parceiro ou parceira, quando será o melhor momento da vida para gerar um ou mais filhos. Ou ainda pela decisão de não tê-los.

E também é referente ao acesso que o Estado precisa oferecer às pessoas para:

  • Tratamentos de auxílio a contracepção ou concepção;
  • Suporte a ações de saúde durante uma gravidez;
  • Apoio para prevenção de doenças que são sexualmente transmissíveis (DSTs) e possíveis cânceres em órgãos reprodutores;
  • Além de informação sobre o tema.

Qual a importância do planejamento familiar?

Ter o envolvimento de uma Lei Federal e do Estado no sentido favorável para a liberdade de escolha das pessoas em relação ao aumento ou não da família é muito importante. É a partir dele que homens e mulheres garantem a sua oportunidade em ter auxílio e apoio nas frentes que falamos acima.

Talvez você tenha acesso a mais informação e a possibilidade de custear um tratamento de concepção ou de contracepção, por exemplo. Porém, outras pessoas em situação mais desfavorável, não.

Mesmo assim, vemos ainda um desequilíbrio. Mesmo que esteja em Lei, essa oportunidade não chega a todas as pessoas e regiões do país.

O importante é que a iniciativa de planejamento familiar é um ponto de partida muito interessante para todas as famílias que desejam receber informação e suporte.

O planejamento familiar na prática

Além das decisões pessoais, como entender qual o melhor momento de vida e financeiro para se ter filhos ou não, há os fatores do planejamento familiar que dizem respeito ao suporte aplicado pelo Estado para as famílias.

Em termos práticos, você pode contar com as seguintes iniciativas do planejamento familiar:

  • Para as mulheres que desejam engravidar, o planejamento gira em torno da realização de exames de rotina e a indicação de práticas e tratamentos que a apoiem na concepção. Se nesse sentido for identificado alguma dificuldade na saúde, tanto da mulher quanto do homem, o plano contará com com a busca nas causas e no tratamento que irá viabilizar essa gravidez;
  • No caso da gravidez de uma mulher, o planejamento familiar terá como foco as ações para o pré-natal. Ou seja, o acompanhamento da saúde dessa mulher e desse bebê. Assim como atendimento neonatal e de puerpério, que acontecem após o nascimento;
  • Agora, se a ideia é não ter filhos, agora ou em nenhum outro momento, as iniciativas vão visar a contracepção. Ela pode ser feita a partir do uso de métodos como o remédio anticoncepcional, DIU, preservativos masculinos e outros. Há também a possibilidade de se realizar a esterilização, com laqueadura nas mulheres e vasectomia nos homens.

Tudo isso, mais uma vez, respeitando a decisão e a crença de quem quer que seja. Irá variar apenas de acordo com os seus próprios planos.

Como fazer um planejamento familiar?

Agora que você entendeu um pouco mais sobre planejamento familiar e quais são as suas características, veja o passo a passo para colocá-lo em prática.

Converse com o seu par

O planejamento familiar pode até levar em consideração o que um dos lados do casal tenha como ideal. Porém, a nossa dica é que tudo seja abertamente conversado. Assim, isso não se torna um conflito ou uma indecisão que poderá afetar a sua felicidade no futuro.

Com a opinião e a consideração, de preferência com empatia, de ambos nesse processo, tudo ficará mais claro. Assim, vocês conseguirão buscar o planejamento familiar adequado, seja para concepção ou contracepção.

Busque suporte profissional

Profissionais da saúde, como médicos generalistas e ginecologistas, que são especialistas na saúde da mulher, são os mais indicados para tirar as suas dúvidas a respeito de um processo de gravidez, por exemplo.

Mas, nem só desse tipo de suporte profissional você poderá precisar. Muitas vezes, quando ainda há dúvida, há angústia. Nesse caso, um especialista em saúde mental e emocional, como psicólogos, podem ser a chave para as suas respostas mais acertadas.

Talvez, nesse momento, você precise de um apoio individual. Porém, como falamos anteriormente, trazer para discussão em casal as informações que você apurar, pode ajudar ainda mais.

Planejamento financeiro

Esse talvez seja um dos principais empecilhos para muitos casais que não sabem se querem ou não ter filhos. Criamos uma expectativa grande de poder oferecer o melhor para eles, não é mesmo? E, por isso, pensar em montar um planejamento financeiro junto ao seu par, pode ser uma ótima luz para se tomar uma decisão.

É claro que muitos podem acreditar que esse momento de plenitude e realização financeira esteja longe de acontecer. Porém, é importante que você relativize também essas informações que você vai apurar. Afinal ter um filho, mesmo que envolva muitos custos, pode ser uma realização pessoal infinitamente feliz.

Hoje em dia existe, inclusive, seguros pensados em ajudar a mulher em momentos como esse, da maternidade. Um exemplo é o seguro Eventos da Vida da Bidu. Ele oferece cobertura para momentos como casamento, nascimento de filhos e separação.

Cotação online de Seguro Eventos da Vida

Informe-se

Muitas vezes tomamos conhecimento superficial a respeito dos temas de concepção e contracepção. Isso pode nos levar a ter uma decisão equivocada, que só será percebida depois.

Tratamentos com medicação ou intervenções físicas ou cirúrgicas podem ser desagradáveis ou não. Entretanto, não há uma opinião comum a todos. O seu corpo é diferente e tem reações diferentes, assim como a sua emoção também.

Portanto, o seu melhor aliado para tomar decisões importantes sempre será a informação.

Seguro de vida e o planejamento familiar

Uma outra iniciativa que você pode considerar quando o tema é planejamento familiar e o futuro de todos a sua volta é o seguro de vida.

Com o seguro de vida você faz um investimento financeiro que irá apoiar você ainda em vida, e os seus beneficiários em situações inesperadas de incidentes que possam vir acontecer.

É a segurança que você precisa para não desamparar as pessoas quando elas mais precisam. Em suas coberturas, você pode personalizar os serviços que melhor lhe atende em relação às suas necessidades, e ao quanto você quer e pode investir.

Para fazer uma cotação on-line e rápida use a nossa plataforma da Bidu, e tenha acesso as principais informações e preços das melhores seguradoras do país.

Cotação online de Seguro de Vida

Última atualização em 25/04/2022

 

Deixe uma resposta