Skip to main content

Parei de pagar o Plano de Saúde. E agora?

Por 17 de novembro de 2021Vida e Saúde
parar de pagar plano de saúde

Ter um plano de saúde é sinônimo de segurança e proteção. Sabemos o quanto a vida pode ser tortuosa e que inesperadamente podemos precisar de cuidados médicos. Melhor ainda, se você utiliza essa ferramenta como prevenção, e que isso seja o suficiente. 

A verdade é que ficar sem plano de saúde não é uma condição agradável e sempre buscamos contornar as situações para não chegar a esse limite, não é mesmo? Seja para um plano empresarial, vindo a partir de um benefício corporativo, ou particular.

Porém, para quem depende de um plano particular, estimulado a partir da própria economia, pode sim ter um motivo a mais a se preocupar. Afinal, se eu parar de pagar plano de saúde, o que acontece?

Vamos desdobrar aqui os possíveis motivos que isso podem levar a acontecer, para que você possa se responder: Parei de pagar o plano de saúde, e agora? 

Cotação online de Planos de Saúde

Planos de Saúde: por que não parar de pagar

Bom, já destacamos aqui algumas intenções a respeito das vantagens de você ter um plano de saúde. Porém, ainda há muito mais para relembrarmos dos principais motivos pelos quais você não pode parar de pagar plano de saúde.

Sim, um plano de saúde completo e que atenda às suas reais necessidades, e que você também saiba usá-las para aproveitar, faz toda a diferença. Acompanhe aqui algumas dicas para você ter um bom plano de saúde, e sentir que deixar de pagá-lo vai além de um prejuízo financeiro:

Rede credenciada 

Os planos de saúde oferecem uma rede credenciada com os melhores profissionais da Medicina, em diferentes especialidades. Tudo para você encontrar o médico que você precisa na hora certa, para o momento certo. 

E isso significa também prevenir problemas que podem vir acontecer com você em relação a saúde. Afinal, ter consultas médicas periódicas, exames de acompanhamento e outros recursos, vão ajudá-lo a mapear com antecedência alguns incômodos.

Hospitais e pronto-socorro 24 horas

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um recurso de muita importância para toda a população. Porém, sabemos que a sua capacidade pode ser, algumas vezes, limitada. Por isso, contar com uma rede de atendimento 24 horas por dia, particular, sem precisar se preocupar com os custos, é um diferencial enorme.  

Cobertura regional ou nacional

Você até pode achar que não vai precisar ir ao médico em outro Estado no Brasil. Porém, se você é uma pessoa que viaja muito ou que tem condições de manter um plano de saúde com cobertura Nacional, não deixe de ter. Assim você fica assistido onde estiver e quando for necessário. 

Ou seja, uma decisão de economizar com um plano de saúde com atendimento mais restrito pode não ser de fato uma forma interessante de poupar. Lembre-se que uma emergência fora de casa pode significar muito.  

Plano de Saúde com coparticipação

Essa modalidade de produto é um bom recurso para quem não consegue sustentar mensalidades muito altas. Isso pode inclusive ajudá-lo a não parar de pagar plano de saúde. Com a coparticipação você consegue administrar melhor o recurso, pagando um valor adicional quando utilizar o seu plano de saúde, reduzindo assim o valor fixo. 

Carência

Em geral, você vai encontrar as seguintes informações, regulamentadas inclusive pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS):

  • 24 horas para urgência e emergência;
  • 180 dias para internações, cirurgias e procedimentos de alta complexidade;
  • 300 dias para parto a termo (não inclui partos prematuros ou de risco);

Sabe o que isso significa? Que dentro de poucos dias você pode contar com toda a rede de apoio e atendimento do seu plano de saúde. É importante desmistificar o termo “carência”, pois costuma assustar muitas pessoas na hora de levar em conta ter um plano de saúde. 

Todas essas informações estarão presentes no contrato. Fique atento, para não acabar se frustrando, relativamente, à toa, e parando de pagar o plano de saúde por esse motivo.

Telemedicina

A pandemia do novo coronavírus trouxe uma ferramenta para o foco: a telemedicina, ou seja, o atendimento digital.

Esse modelo de consulta pode acontecer de diferentes formas, variando, principalmente, por operadora. Mas, além dos atendimentos mais urgentes via conferência, você pode também agendar consultas específicas com diversos especialistas.

Ter essa carta na manga pode adiantar e muito a sua vida, e o seu tempo. É a tecnologia favorecendo também a área da saúde. 

Pausar é considerado parar de pagar Plano de Saúde? 

Sim. Infelizmente, você parando de pagar o plano de saúde para fazer uma pausa, mesmo que breve, e com tomada de decisão própria, você torna-se inadimplente.

O que é possível e recomendável fazer é migrar de um plano de saúde para outro, cancelando o anterior, para um novo produto da mesma operadora. isso ajuda a continuar mantendo o recurso do seu plano ativo, e sem entrar no período de carência novamente. 

Para fazer isso, consulte as regras pré-estabelecidas em contrato com a sua operadora. 

Quando a operadora pode cancelar o meu Plano de Saúde quando eu paro de pagar? 

O cancelamento do seu plano de saúde, por motivos de falta de pagamento, pode ser feito pela operadora quando completar 60 dias ou mais. Isso desde que você seja avisado que está inadimplente até o 50º dia.

Fora esse formato, vale consultar o seu contrato, é considerada uma operação abusiva pela ANS. 

Como contratar um Plano de Saúde que dá para pagar?

Nossa intenção com esse artigo não é que você perca as esperanças e desista de pagar um plano de saúde. Ao contrário, aqui na Bidu podemos ajudar você a encontrar um que caiba não só no seu orçamento como também na sua expectativa como consumidor.

Faça uma cotação gratuita e on-line no nosso site, e conheça as melhores opções do mercado. Com certeza você irá encontrar o melhor caminho para proteger e segurar você e a sua família.  

Cotação online de Planos de Saúde

Última atualização em 17/11/2021

Deixe uma resposta