Skip to main content

Você sabe onde moto não paga pedágio?

Por 10 de maio de 2023Mobilidade
Imagem de pedágio para texto sobre Sem parar ou C6 Taggy, qual escolher? como funciona o sem parar

É bastante comum uma dúvida entre motoqueiros iniciantes – e também apaixonados que sonham ou planejam comprar este meio de transporte: é preciso pagar pedágio ao andar de moto pelas estradas do Brasil?

Respondendo sem rodeios…sim, é necessário pagar pedágio em grande parte das estradas do nosso País. Pois é, em grande parte. Isso significa que há locais em que os motociclistas são isentos dessa obrigação. Dito isso, como então funciona o pedágio para moto no Brasil? Mais: onde moto não paga taxa de pedágio em nosso País?

Vamos descobrir onde moto não paga pedágio?

Cotação online de Seguro Moto

Moto paga ou não paga pedágio?

Em boa parte das estradas do Brasil os pedágios são sim uma constante. Por isso, é importante que os motoristas saiam de casa com o bolso preparado para não serem surpreendidos e mesmo não terem problemas no momento de rodar pelas rodovias – mesmo aqueles que só usam a moto no final de semana.

Isso porque, como já dito, em grande parte dos casos – ou das estradas – moto paga pedágio.

É verdade que antigamente a isenção do pagamento dessa taxa pelos motociclistas era maior, daí a dúvida que paira até hoje.

Mas o pagamento do pedágio foi ampliado pela razão atribuída ao pagamento de pedágios pelos motoristas de carros, por exemplo: a arrecadação do pedágio, pelos diversos tipos de veículos, é necessária para custear os investimentos e as manutenções das estradas do País.

Preço diferente de pedágio para motos

A boa notícia para os que andam de motos é que a cobrança do pedágio em geral é proporcional ao nível de desgaste provocado pelos diferentes tipos de veículos.

Isso significa que os caminhões de muitos eixos, por exemplo, pagam preço maior de pedágio do que os ônibus e estes, por consequência, pagam mais do que os veículos de passeio. As motos? Sim, pagam menos do que os veículos de passeio.

Como as motos são veículos muito leves, provocam desgaste menor nas estradas. Aliás, é possível dizer que tal desgaste é mínimo – ou quase inexistente se comparado ao provocado pelos caminhões.

Assim, o pedágio pago pelos motociclistas costuma ser uma fração do valor pago pelos veículos maiores. Em geral, é a metade do preço pago pelos motoristas que usam veículos de passeio.

O preço é a única diferença que existe, já que o pedágio para motos funciona do mesmo jeito para todos, não importando o tipo de veículo: o motociclista precisa parar nos entrepostos e pagar a tarifa de pedágio de acordo com o veículo que está dirigindo.

Onde moto não paga pedágio?

Não são todas as rodovias do Brasil que cobram a tarifa de pedágio dos motociclistas.

Há, até mesmo, uma portaria publicada em 2021 que trata dessa questão. Sim, após a publicação pelo Ministério da Infraestrutura da Portaria nº 104 de 2021, 11 rodovias federais em licitação passaram a isentar o pedágio para motocicletas.

São elas:

  • BR-060/153/262 – Distrito Federal / Goiás / Minas Gerais
  • BR-040 – Distrito Federal / Goiás / Minas Gerais
  • BR-116/465/493 – Rio de Janeiro / Minas Gerais
  • BR-040/495 – Minas Gerais / Rio de Janeiro
  • BR-381/262 – Minas Gerais / Espírito Santo
  • BR-116/101 – Rio de Janeiro / São Paulo
  • lotes 1 a 6 das Integradas do Paraná
  • lotes em estruturação pelo BNDES
  • BR-163/267 – Mato Grosso do Sul
  • BR-158/155 – Mato Grosso / Pará
  • BR-135/316 – Maranhão

Essa medida, que passou a ser chamada de pedágio zero, nem foi vista de forma incomum, já que existem várias concessionárias que isentam as motos do pagamento de pedágio, especialmente nos trechos que fazem parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo.

A isenção do pagamento dessa taxa por motos é, portanto, uma realidade em certas estradas brasileiras e por isso é válido pesquisar esse assunto antes de sair de casa para saber se a rota escolhida contará ou não com pedágios pagos pelos motociclistas.

Curiosidade sobre os pedágios

Os pedágios no Brasil são gerenciados por empresas concessionárias que são autorizadas pelo governo, ou seja, elas se tornam responsáveis pela manutenção e também melhoria das condições físicas das estradas.

Por isso, essas concessionárias fazem a cobrança das taxas dos motoristas que trafegam nas rodovias, o conhecido pedágio.

Cotação online de Seguro Moto

Última atualização em 10/05/2023

Deixe uma resposta