Skip to main content

Quais são as novidades de carro que estão chegando?

Por 18 de agosto de 2021Mobilidade
novidades de carro

Apesar das seguidas paralisações na produção pela falta de componentes – especialmente os semicondutores – devido à pandemia de Covid-19, a indústria automobilística brasileira segue firme na renovação de seus modelos. O primeiro semestre de 2021 foi movimentado, com vários lançamentos importantes e novidades de carros. 

Chegaram ao mercado novidades como:

  • Jeep Compass reestilizado e com novo motor;
  • Toyota Corolla Cross;
  • Volkswagen Taos (leia o comparativo entre os três aqui);
  • Fiat Toro;
  • Nissan Kicks
  • CAOA Chery Tiggo 5X reestilizados;
  • Ford Bronco Sport e Mustang Mach1;
  • BMW M3;
  • Audi A3, A4, A5 renovados;
  • Os novos Q3 e Q5 Sportback e os elétricos e-Tron.

E a roda não pára de girar no segundo semestre. Se você está pensando em trocar de carro, fique de olho. O Blog da Bidu separou as principais novidades de carro para te ajudar na escolha. Confira!

Cotação online de Seguro Auto

Novidades de carros 

Renault Captur 1.3 TCe

O SUV da Renault começou o segundo semestre com uma leve plástica e de coração novo. Saem de cena as opções 1.6 CVT e 2.0 Automática e chega o novo motor 1.3 Turbo desenvolvido em pareceria com a Mercedes-Benz. São bons 170 cv de potência com etanol (162 com gasolina) e excelentes 27,5 kgfm de torque máximo com os dois combustíveis. O câmbio é o automático CVT e os preços variam entre R$ 124,4 mil e R$ 138,4 mil.

Fiat 500e

O pequenino 500 volta ao mercado brasileiro em nova geração e com propulsão elétrica. Seu motor rende 118 cv de potência e 22,5 kgfm de torque máximo. Permite uma autonomia entre 320 e 460 quilômetros, de acordo com a forma de condução do motorista. Como todos os elétricos vendidos no Brasil – importados e sem nenhum tipo de incentivo governamental –, o preço é alto: R$ 240 mil.

Hyundai Creta

O SUV produzido em Piracicaba (SP) ganha uma nova geração no segundo semestre de 2021. Assim como o irmão menor HB20, o novo design promete ser polêmico e vai dividir opiniões. Isso porque a Hyundai adotou um visual pouco tradicional se comparado à primeira geração. Sob o capô, o motor 1.6 dá lugar ao 1.0 Turbo já usado no HB20. O 2.0 aspirado das versões topo continua e sem modificações. A tabela de preços atual, entre R$ 100 mil e R$ 125 mil, deve subir um pouco.

Jeep Commander

Renegade e Compass vão ganhar companhia. O Commander está entre as principais novidades de carro do ano e chega para a alegria das famílias. A razão: espaço para sete passageiros. Com motor 2.0 Turbodiesel (e talvez o 1.3 Turboflex do novo Compass), o Commander vem para bater de frente com o Volkswagen Tiguan Allspace, agora vendido somente na versão R-Line 350 TSI a gasolina. Preço do Commander? Entre R$ 220 mil e R$ 300 mil.

Fiat Pulse

Revelado na última edição do Big Brother Brasil, o SUV derivado do Argo teve seu nome escolhido pelo público em uma enquete realizada no site da Fiat. A receita do Pulse é a mesma do Honda WR-V: miolo do Argo (no WR-V do Fit) com reforços estruturais, frente e traseira com desenho próprio e maior altura de rodagem. O Pulse vai marcar a estreia do novo motor 1.0 Turbo da Fiat, com potência entre 120 e 130 cv. O preço deve começar nos R$ 100 mil.

Chevrolet Equinox

O SUV médio da General Motors volta ao Brasil com visual renovado para tentar tirar uma casquinha dos novos Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e Volkswagen Taos. Além de traços semelhantes aos dos últimos carros da Chevrolet norte-americana, o novo Equinox terá somente a opção de motor 1.5 Turbo, uma vez que o 2.0 foi descontinuado. Os preços devem ficar na faixa dos R$ 160 mil.

Honda City

A terceira geração chega ao Brasil com uma dupla missão: substituir Civic e Fit. Isso porque as novas gerações de ambos não deverão ser produzidas no país. O Civic deverá chegar somente importado em versões acima de R$ 150 mil. E o Fit, que deu um salto de qualidade na nova geração, ficaria caro e não atrairia os clientes que hoje preferem os SUVs. A solução encontrada foi o City nas versões sedã e hatchback, este último previsto para 2022. Pode-se esperar preços entre R$ 80 mil do hatch mais barato e R$ 120 mil do sedã top de linha.

Fiat Strada CVT

A Strada caiu no gosto do brasileiro. É o carro mais vendido do país em 2021 e ganhará uma versão com câmbio automático CVT durante o segundo semestre, que promete ser uma das principais novidades de carro. O modelo vai chegar primeiro para a versão topo Volcano, no entanto deve ser estendida à versão Freedom, que também usa o motor 1.3. O preço ficará acima dos R$ 102 mil pedidos atualmente pela Strada Volcano com câmbio manual.

Renaut Kwid reestilizado

O pequenino da Renault, lançado no Brasil em 2017, vai ganhar sua primeira plástica. E será na dianteira a principal intervenção. O Kwid ficará igual ao modelo indiano e terá conjunto ótico dividido em dois, como no Citroën C4 Cactus e na Fiat Toro. Traseira e interior terão retoques menores. No motor, a novidade é o motor 1.0 com comando de válvulas variável e potência de 82 cv já usado no Sandero e no Logan. Seu preço não deve mudar.

Novo Citroën C3

A Stellantis, que engloba Fiat, Chrysler, Peugeot e Citroën, aposta fortemente no novo C3 para recuperar a marca francesa na América Latina. Desenvolvido sobre a plataforma CMP do Peugeot 208, o C3 terá visual de SUV como seu irmão C4 Cactus. Os motores deverão ser o 1.0 Firefly aspirado já usado no Fiat Argo e o novo 1.0 Turbo, que será lançado no Fiat Pulse. Apesar de ser apresentado no fim do ano e uma das grandes novidades de carro do ano, as vendas do novo C3 só devem começar em 2022.

Cotação online de Seguro Auto

 

Última atualização em 18/08/2021

Deixe uma resposta