Skip to main content

Como comprar uma moto sem entrada?

Por 26 de julho de 2021Mobilidade
moto sem entrada

Está planejando comprar uma moto? Se estiver, mas não puder abrir muito o bolso, vale pensar na possibilidade de adquirir uma moto sem entrada. Isso existe? Sim, embora tenha algumas modalidades de pagamento e particularidades para tomar cuidado. 

Quer entender mais sobre o tema? Vamos explicar como funcionam os tipos de pagamento para moto sem a necessidade de entrada. Veja também quando isso é indicado ao motorista. Confira!

Cotação online de Seguro Moto

Afinal, dá para comprar moto sem entrada?

Sim, é possível comprar moto sem entrada. Porém, trata-se de uma transação financeira. Portanto, é imprescindível o futuro proprietário estar ciente dos cuidados e riscos ao escolher uma moto sem entrada. 

Na prática, há alguns caminhos para o condutor optar pela compra da moto sem pagar a entrada. Um deles é o financiamento. Mesmo assim, o usuário precisa estar munido do máximo de informações possíveis antes de sair com a moto da concessionária. O motivo? O perigo do sonho do veículo virar um pesadelo com uma dívida alta.  

Por isso, a preferência de uma moto sem entrada não costuma ser a alternativa mais indicada aos interessados no veículo de duas rodas. Embora isso não signifique que ela não seja interessante. Sobretudo a quem precisa de uma moto o quanto antes. 

Agora vamos entender como funciona uma das modalidades de pagamento sem entrada mais conhecidas, o financiamento de moto. 

Como fazer para conseguir um financiamento de moto sem entrada?

O primeiro passo é encontrar uma instituição financeira que aceite o financiamento de moto sem entrada. Isso é difícil? Depende. Pode necessitar uma boa pesquisa até encontrar uma financeira que autorize o crédito sem a entrada. Isto acontece pois nem todas as instituições ou concessionárias disponibilizam essa modalidade. O financiamento com entrada é o mais comum. 

A partir disso, existe o momento da análise de crédito do condutor. Caso se confirme a reputação de bom pagador, é sinal que o financiamento está próximo de ser concedido. 

Existe, é claro, a parte burocrática de apresentar vários documentos. Portanto, isso requer uma atenção do consumidor. 

Há, também, um detalhe importante. As condições impostas pela financeira. Em geral, os bancos costumam permitir o financiamento sem entrada quando o veículo é novo, 0 km. Porém, essa regra pode variar entre as financeiras, fique atento. 

Análise de crédito

Com a aprovação da análise de crédito, a principal vantagem é que o condutor consegue estar com a moto em poucos dias, rapidamente. 

No entanto, o problema está nas taxas de juros muito altas. Como não há entrada, o valor a ser pago será maior. A duração também será mais longa e, consequentemente, maior juros. 

Ou seja, existe o risco de arcar com um custo bem mais alto se comparado ao pagamento com a entrada ou à vista. Assim, a bola de neve pode ficar grande demais, tenha cuidado! 

Para evitar que isso ocorra, faça um planejamento financeiro detalhado para que não afete o seu orçamento

Por ser mais atraente, as financeiras ou concessionárias costumam oferecer o financiamento pagando somente um valor parcial do veículo. Elas solicitam uma entrada de 10% ou mais do preço total da moto. 

Desta forma, diminui o número de parcelas ao usuário, aliviando os juros, facilitando que a dívida seja quitada

+ Como fazer um investimento com pouco dinheiro?

Além do financiamento, quais as outras alternativas para comprar moto sem entrada?

Fora o financiamento, o condutor consegue obter a moto sem entrada através de outros dois caminhos, o consórcio e o leasing. Vamos explicar melhor as duas modalidades abaixo: 

Consórcio

Econômico, o consórcio é uma boa opção para quem deseja comprar uma moto sem entrada de maneira planejada, sem pressa.  

Assim, nesta situação, existe a união de algumas pessoas formando um grupo para se criar uma poupança. O valor seria usado para a compra de uma moto, sem o pagamento de juros, nem entrada.  Portanto, a aprovação de crédito também não seria necessária.  

Porém, pode levar um certo tempo até conseguir ter a moto. Quanto tempo? Não tem como saber. O consórcio funciona por meio de sorteios mensais dentro de um período determinado, como o de 48 meses. 

É necessário pagar mensalmente as parcelas, ainda que não haja alteração no valor delas. Se for sorteado, receberá uma carta de crédito com o valor final do veículo a ser comprado. Porém, o problema é que isso pode ocorrer logo no primeiro mês como no 48º mês, o que pode obrigar ao pagamento de todas as parcelas. 

Leasing

O leasing é uma alternativa com características semelhantes a de um financiamento. O condutor paga parcelas mensalmente da moto à uma financeira ou concessionária. Porém, com parcelas mais em conta e juros menores se compararmos com o financiamento. 

Entretanto, o veículo, enquanto estiver sendo usado, fica no nome da empresa (financeira ou concessionária). Isso ocorre até quitar a última parcela. 

Quando terminar o pagamento, a moto passa para o nome do usuário. Este momento é considerado como a compra e fim do leasing. Aqui, vale uma explicação: o condutor pode também escolher fazer a devolução do veículo e não ficar com ele. 

Porém, nesta modalidade, um dos contratempos seria a dificuldade na aprovação do contrato com uma financeira. Além de deixar o condutor preso ao contrato estabelecido quando estiver sob uso da moto.  

Quando seria uma boa hora para escolher uma moto sem entrada?

Como existem diferentes opções para se comprar uma moto sem entrada, o usuário precisa levar em consideração os prós e contras. Ainda mais, quando falamos de pagamentos que podem ter juros consideráveis e duração longa.

Normalmente, a escolha de uma moto sem entrada costuma ser uma alternativa interessante para quem precisa adquirir o veículo com certa urgência. Utiliza a moto como meio de transporte? Ou ela seria o seu ganha-pão? Nestes casos, vale pensar nessa possibilidade, sobretudo a de financiamento ou leasing. 

Porém, se quiser uma moto a longo prazo, o consórcio pode ser o que está procurando. 

Avalie a sua situação financeira, as condições de pagamento e necessidade da compra do veículo para não criar uma nova dívida e sair no prejuízo. 

Importante: não esqueça de realizar a compra numa concessionária ou loja confiável, de boa reputação. Nada de cair no conto de ofertas super tentadoras, fuja de golpes! 

Ao comprar a sua motocicleta, quer saber como fazer um seguro moto? Faça já uma cotação com a Bidu, é rápido e você descobre o seguro ideal para o seu bolso! 

Cotação online de Seguro Moto

Última atualização em 26/07/2021

 

Deixe uma resposta