Skip to main content

8 dicas para melhorar sinal do Wi-Fi

Por 8 de fevereiro de 2022Residencial e Lazer
melhorar sinal do wi-fi

Comprou um roteador novo para dar um up na internet? Ao instalar, descobre que o incômodo permanece: o sinal continua fraco e irregular na casa. E agora, como resolver? Nem sempre o problema é tão difícil quanto parece. Por isso, vamos explicar como pode ser possível melhorar sinal do Wi-Fi na residência.

Conheça algumas dicas práticas para consertar o problema do sinal, evitando invasores, congestionamento e desatualizações no dispositivo. Acompanhe o artigo para melhorar o sinal do Wi-Fi!

Cotação online de Seguro Residencial

O que fazer para melhorar sinal do Wi-Fi na residência?

Vamos descobrir como melhorar a conexão do seu modem? Listamos oito dicas simples para conseguir arrumar o problema que pode estar afetando a transmissão do seu Wi-Fi. Confira:

1. Coloque o roteador no melhor local possível

Já escutou que o sinal do Wi-Fi é propagado por meio de ondas, certo? Para esclarecer, seria semelhante quando jogamos uma pedra na água e ela cria um formato circular por meio de ondas. É assim que funciona o Wi-Fi, voltado para todas as direções em círculos.

Por isso, explica-se a necessidade de encontrar o local mais adequado da residência para instalar o roteador. Para melhorar o sinal do Wi-Fi, o ideal seria deixar o modem no cômodo mais central do imóvel e posicionado em um lugar mais alto – como na altura da cintura ou ombros. Inclusive, considere colocar o roteador nos andar superiores, se for sobrado.

Dessa forma, estando o aparelho em um ponto centralizado, o sinal consegue se espalhar de maneira uniforme e para todos os ambientes na mesma intensidade. Além disso, procure colocá-lo em um lugar aberto, evitando móveis fechados ou dentro de caixas.

2. Retire objetos e dispositivos que atrapalham o sinal

Tenha cuidado com o que estiver ao redor do roteador. Isso que pode gerar interferências no sinal e dificultar a propagação. Por exemplo, paredes muito grossas e azulejos são obstáculos para o sinal. Caso semelhante ao de um espelho, visto que a superfície metálica acaba sendo muito refletora.

Não deixe o modem próximo de aquários e fontes, pois a água é um fator que pode atrapalhar no bom desempenho do Wi-Fi.

Outra dica: nada de colocar muitos objetos ao lado do roteador, ok? Ainda mais, deixe-o longe de certos equipamentos eletroeletrônicos, como microondas, telefones sem fio e outros roteadores que causam intromissões no sinal.

3. Mantenha o seu aparelho atualizado

Lembra a última vez que atualizou o firmware do seu roteador? Se não souber o que seria isso, não precisa ficar preocupado. É um software que armazena informações e, no caso do Wi-Fi, permite o bom funcionamento do aparelho. Isso habilita que o roteador tenha atualizações de segurança e aprimoramentos de acordo com o fabricante.

Para evitar que o dispositivo fique defasado e propenso a falhas, consulte o manual do modem para saber como se deve fazer a atualização. Se for um roteador mais moderno, é provável que isso ocorra automaticamente. Nos mais antigos, o processo pode ser feito de forma manual necessitando o download do firmware no site da marca.

4. Utilize a frequência correta

Em geral, os roteadores modernos contam com a frequência dual-band, permitindo a transmissão do sinal do Wi-Fi nas bandas de 2,4 GHz e 5 GHz. Estes dados não se referem a potência do sinal, mas explica a frequência de onda, como se fossem duas estações de rádio diferentes.

Enquanto a de 5 GHz é mais veloz e possibilita mais dispositivos conectados simultaneamente, ela tem maior dificuldade em atravessar paredes ou certos obstáculos. Já a de 2,4 GHz chega a cobrir distâncias maiores, porém com uma quantidade de dados inferior, o que leva a maior interferência de objetos na qualidade do sinal.

Por isso, o aparelho dual-band seria o mais indicado para melhorar o sinal do Wi-Fi.

5. Cuidado com aplicativos que consomem a conexão

Sim, existe a possibilidade de algum dispositivo estar consumindo muita banda regularmente, prejudicando a qualidade da conexão. Como assim? Assistir séries, jogar online e fazer downloads de arquivos pode ocasionar um congestionamento da rede se outra pessoa estiver usando a internet, afetando o sinal do Wi-Fi.

Para controlar esses serviços, recomenda-se utilizar o QoS (Quality of Service), recurso presente em alguns roteadores. Com ele, fica possível elencar prioridades na rede ao controlar o volume de dados para cada aparelho conectado ao Wi-Fi. Fora isso, o usuário consegue bloquear algum programa que esteja consumindo dados além do necessário.

6. Proteja o sinal de sua rede

Tem boi na linha de seu Wi-Fi? Quer dizer, se houver algum intruso usando o seu sinal, isso pode provocar lentidão na conexão. Quanto mais pessoas navegarem pelo mesmo roteador, mais deteriora a qualidade do sinal. Portanto, não deixe o seu Wi-Fi aberto, impedindo brechas para terceiros.

Inclusive, vale o lembrete: tenha uma senha forte, mesclando números, letras e caracteres. Se possível, faça a troca da senha com alguma periodicidade. O nome da rede é outro quesito que pode ser camuflado, não colocando o nome da casa ou pessoa.

Além disso, outra forma de se proteger é escolher um padrão de segurança mais avançado, como o WPA, mais eficaz do que o WEP.

7. Faça a instalação de um repetidor

Como alternativa para melhorar o sinal do Wi-Fi em sua casa, vale levar em conta a compra de um repetidor. O equipamento recebe o sinal do roteador, amplifica a conexão e, assim, o alcance da rede para mais ambientes. Isso pode ser bastante útil para aquelas situações em que o roteador está na sala, mas chega um sinal fraco no quarto.

Indica-se contar com o serviço de profissionais especializados para realizar a instalação de um repetidor na residência.

8. Reinicie seu roteador com frequência

Se permanecer ligado de forma contínua, pode levar ao aquecimento do roteador, causando dificuldades na conexão e diminuindo a sua vida útil. Por isso, vale desligar com alguma frequência quando ninguém estiver acessando a internet, ao dormir ou estar fora de casa.

Assim, ao reiniciá-lo, garante um melhor desempenho na transmissão do sinal do Wi-Fi por um tempo maior.

Além de melhorar sinal do Wi-Fi, quer saber como pode ser possível proteger o seu lar? Faça a simulação do seguro residencial com a Bidu, é rápido e fácil! Ao fazer uma cotação, você encontra a proteção ideal que garanta o conforto para a sua casa!

Cotação online de Seguro Residencial

Última atualização em 08/02/2022

 

Deixe uma resposta