Skip to main content

Você sabe quais são os carros usados na autoescola?

Por 14 de julho de 2021Mobilidade
carros usados na autoescola

 Se você tem habilitação, deve se lembrar do carro das aulas de autoescola. Por ser o primeiro carro a dirigir, todos os momentos do processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) acabam gravados em nossa memória pela vida toda. Você já pensou quais são os carros usados na autoescola? Pois é sobre isso que vamos falar aqui.

Cotação online de Seguro Auto

Aprendendo no próprio carro

Antigamente, as aulas de autoescola e o exame prático podiam ser feitos com o carro particular do aluno. Havia também a disponibilidade de alugar um carro da autoescola para fazer todas as etapas. Foi em meados da década de 1970 que as frotas próprias para aulas de direção começaram a se popularizar.

Fusca, o queridinho das autoescolas

Naquela época, quem dominava a cena nas aulas de autoescola era o Volkswagen Fusca, também o carro mais barato e vendido no país. Nos anos 1980, modelos compactos como o Chevrolet Chevette, Fiat 147, Ford Escort e o Volkswagen Brasília e Gol começaram a tomar o lugar do Velho Besouro.

Carros novos e importados para atrair alunos

Na década de 1990, os chamados populares foram os queridinhos entre os carros usados na autoescola. Possuir uma frota nova e com carros recém lançados era uma estratégia de marketing muito eficiente naqueles anos. Então, modelos como o Chevrolet Corsa, Fiat Uno e Palio, Ford Ka e Fiesta, além do Volkswagen Gol eram os mais comuns.

Além disso, muitas autoescolas investiram em modelos importados para atrair os alunos. Modelos como o Peugeot 205, Renault 19 e Twingo e até os russos da Lada, como Laika e Samara, tiveram seus dias de glória como primeiros carros usados na autoescola pela garotada.

Carros automáticos e os CFCs

Com o novo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), de 1997, as autoescolas passaram a se chamar centros de formação de condutores (CFCs). Muitas passaram a oferecer carros automáticos para que pessoas com deficiência (PCD) ou mobilidade reduzida pudessem conseguir a sua CNH.

Desde setembro de 2019, está em tramitação no Senado Federal o Projeto de Lei (PLS) nº 195/2011, de autoria do senador Ciro Nogueira (PP/PI). O projeto pretende tornar obrigatória a aquisição de pelo menos um veículo adaptado para PCD em centros de formação de condutores com frota maior do que 10 veículos. Para isso, os CFCs contarão com isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados).

Compactos seguem dominando

Atualmente, os carros usados na autoescola continuam sendo os modelos mais baratos do mercado. Quem domina a cena é o Fiat Mobi e o Renault Kwid, além do Chevrolet Onix e dos Volkswagen Gol e Up. Entre os automáticos para PCD, novamente o Onix aparece como um dos preferidos, seguido pelo Hyundai HB20 e Honda Fit.

Você vê só nos carros usados na autoescola

Uma das particularidades dos carros usados na autoescola é a instalação dos pedais de embreagem e freio no lado do passageiro para que o instrutor. Eles servem para que o instrutor possa intervir nas situações em que o aluno não consegue controlar corretamente o veículo. 

Além disso, os carros têm que ser identificados com uma faixa amarela com a palavra “autoescola” escrita em preto nas laterais.

A placa do carro de autoescola sempre foi branca com letras vermelhas. Este padrão foi mantido na nova placa Mercosul e identifica todos os veículos comerciais (táxis, autoescolas, caminhões de transportadoras, entre outros).

Aulas em autoescolas podem deixar de ser obrigatórias

Outro projeto de lei pode trazer alterações significativas na obtenção da CNH. Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei nº 4474/20, de autoria do deputado Kim Kataguiri (DEM-SP). A medida estabelece a desobrigatoriedade da frequência em autoescolas para que o cidadão possa obter a CNH.

O projeto de lei pretende tornar facultativo o aprendizado em autoescola, permitindo que todas as etapas possam ser feitas de maneira independente. Assim, o deputado espera que o todo o processo de obtenção da CNH seja menos burocrático e mais acessível financeiramente, com uma redução de até 80% nos custos. Confira as principais mudanças propostas:

  • Curso teórico na autoescola será opcional. O candidato poderá acessar os conteúdos nos sites dos órgãos de trânsito e aprender sozinho em casa;
  •  Aulas práticas em autoescola não serão mais obrigatórias. A pessoa poderá aprender a dirigir junto à uma pessoa habilitada com CNH definitiva em locais e horários seguros;
  • O condutor poderá aprender em seu próprio carro ou de terceiro, não sendo mais obrigado pagar a uma autoescola;
  • Ao candidato aprovado no exame teórico será concedida a licença do Detran para a aprendizagem de direção veicular, com validade de um ano.
  • O candidato não precisará comprovar ao Detran que fez curso de formação teórica ou prática, para a realização dos exames requeridos para emissão da habilitação.

Depois de aprovado na Câmara dos Deputados, o Projeto segue para apreciação e aprovação pelo Senado Federal. Só então o presidente da República pode sancionar ou não. Porém ainda não há previsão para que o PL nº 4474/20 seja votado.

Cotação online de Seguro Auto

Última atualização em 14/07/2021

 

Deixe uma resposta