Skip to main content

O que é carburador de moto?

Por 25 de novembro de 2022Mobilidade
imagem de moto para texto sobre vantagens do seguro moto

Entre os automóveis e utilitários, o último modelo a aposentar o carburador foi a saudosa Volkswagen Kombi, em 1997. Entre as motocicletas, contudo, o componente continuou presente por mais 20 anos. O carburador de moto, além de baratear a produção, também facilitava a manutenção.

Cotação online de Seguro Moto

Física e química

Isso porque a peça não depende de eletrônica para funcionar. O carburador de moto é uma aula de química, física e mecânica. É ele que vai fracionar as quantidades de ar e combustível ideais para que aconteça uma queima eficiente dentro da câmara de combustão do motor da moto.

Hoje, já não existem mais motocicletas novas com carburadores à venda no Brasil. Além da tecnologia bicombustíveis, a redução dos níveis de consumo e emissões de poluentes foram fundamentais para sua aposentadoria. Com a injeção eletrônica, uma central eletrônica faz todo o monitoramento da mistura ar e combustível e pode alterar os parâmetros, mantendo sempre o funcionamento ideal do motor.

Como funciona o carburador de moto?

O carburador de moto é composto por um tubo onde passa o ar admitido pelo coletor. Em sua conformação estrutural há um estreitamento, possibilitando formar um vácuo que serve para puxar o combustível de um orifício ligado à cuba (reservatório onde fica concentrado o combustível).

Na cuba, temos os giclês, que regulam o orifício de passagem de ar e combustível e também a boia, responsável pelo controle de combustível na cuba. Ao acionar o acelerador, a agulha, que tem um formato cônico, sobe e libera a passagem de combustível, que é sugado pelo vácuo produzido no tubo do carburador.

Como identificar se o carburador está com problemas?

Em algumas situações onde a quantidade de combustível na mistura está além do valor ideal. Nesse caso, chamamos “mistura rica”. Esse problema gera o depósito de resíduos da queima no pistão e válvulas, além de gerar o “afogamento” do motor.

Por outro lado, a situação em que a quantidade de oxigênio é maior que o normal, chamamos de “mistura pobre”, e essa situação acarreta a perda de potência no motor. Por conta desses fatores é muito importante manter esse sistema bem regulado para que o motor funcione com o máximo de eficiência.

Além disso, há outros problemas ligados a fatores como desgaste de peças internas (agulha, boia, giclês etc) e entupimento dos orifícios onde passa o ar e combustível.Quando há qualquer um dos defeitos citados, a moto começa a apresentar falhas no funcionamento.

No caso de entupimento de giclê, por exemplo, o motor passa a não responder bem às baixas ou altas rotações, que é quando o seu mecânico relata que a moto está “engasgando”.

Faça você mesmo a regulagem

Quem gosta de se aventurar com mecânica e tem ferramentas disponíveis pode fazer por conta própria a regulagem do carburador de moto. Acompanhe o passo a passo:

  1. Para obter uma regulagem mais precisa, o primeiro passo para realizar os ajustes necessários é aquecer o motor. Ande com a moto por cerca de cinco minutos, o que será o suficiente para deixar o motor em uma boa temperatura e pronto para o início da regulagem;
  2. Encontre o parafuso de ar ou de combustível, bem como o parafuso que controla a velocidade de marcha lenta. O parafuso de combustível normalmente está localizado em uma posição próxima do motor. Quando é efetuado o giro no sentido horário, o carburador fornece uma mistura pobre e o giro contrário favorece uma mistura rica.
  3. Temos também o parafuso que controla a abertura da aleta de ar no tubo. Essa regulagem está intimamente ligada ao cabo do acelerador. Os ajustes devem ser feitos visando alcançar o bom funcionamento na marcha lenta, em baixas e altas rotações.

Para diagnóstico de problemas, limpeza, desmontagem ou troca de componentes do carburador de moto, recomenda-se procurar um mecânico especializado.

Cotação online de Seguro Moto

Última atualização em 25/11/2022

 

Deixe uma resposta